Cachoeiro-ES,

Cultura


De luto, servidoras relembram vítimas de violência doméstica

As atividades fazem parte das ações implementadas pela Semdes no combate à violência de gênero em Cachoeiro.

11.10.2017

 

 Rafaela Thompson

Vestidas de preto para representar o luto pelas mulheres vítimas da violência doméstica, servidoras da prefeitura de Cachoeiro fizeram performance nesta terça-feira (10), Dia Nacional de Luta Contra a Violência à Mulher, na Praça Jerônimo Monteiro para chamar atenção sobre o elevado número de casos de mulheres agredidas e mortas por seus companheiros.

 

“Obrigar a fazer sexo”, “bater boca”, “exigir senhas” e “xingar na frente dos filhos” foram algumas frases expostas durante o desfile.

 

“Esse movimento é para mostrar que a mulher tem voz e vez na sociedade. Violência doméstica não quer dizer só agressão física, vai além disso, e muitas vezes, acontece de forma simples, quase impercebíveis, como por exemplo; tomar o celular, rasgar a roupa e proibir de fazer atividades simples, como sair de casa para ir à rua. Precisamos mostrar as vítimas de homens agressores que há uma saída, mas em primeiro lugar, orientá-las a sair da dependência financeira ou emocional que prendem muitas vezes essas mulheres ao agressor”, enfatizou Marilene Depes, presidente do Conselho de Direitos Humanos das Mulheres de Cachoeiro.

 

Uma peça teatral também foi apresentada por servidores da Secretaria de Desenvolvimento Social (Semdes) de Cachoeiro. O tema encenado foi "O Cravo e a Rosa".

 

Durante seu depoimento, a secretária de Cultura, Fernanda Martins disse que é preciso enfrentar de forma mais dura este tipo de crime, já que os casos de feminicídio aumentam a cada ano no Estado. “São mulheres enjauladas com feras e não homens. Precisamos ajustar os padrões de tratamento desses agressores como de feras, porquê é neste padrão que eles se encaixam”, disse.

 

As atividades fazem parte das ações implementadas pela Semdes no combate à violência de gênero em Cachoeiro.

fonte http://www.jornalfato.com.br

 

 

 

 

 

 

Comentários


Atenas Notícias

© 2016 Atenas Notícias. Todos os direitos reservados.

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.