Home    Colunista    Ilauro de Oliveira

Quem não se comunica...

Por Ilauro de Oliveira

16.10.2019

Há tempos observo o disparate em relação a forma como a Prefeitura de Itapemirim trabalha  e como se comunica. As ações do governo do prefeito Dr. Thiago Peçanha, cujas críticas que às vezes faço são pontuais, sem nunca deixar de reconhecer méritos da gestão quando existem, mereciam comunicação melhor.

Além da forma acanhada como se comunica, com a lentidão de praxe, existe ainda a total falta de interação com diversos veículos que atuam na região. Profissionais que assessoram políticos não precisam gostar de quem dá ênfase às notícias, precisam apenas manter o bom relacionamento. Em Itapemirim há um esforço contrário para isso.

Quando Dr. Luciano de Paiva venceu o grupo de Theodorico Ferraço, nas eleições de 2012, e impôs um novo rumo político para Itapemirim, pouco antes de assumir, em janeiro de 2013, me chamou lá na Churrascaria Sarandi, em Vitória. Queria que eu coordenasse sua Comunicação.

Disse que mais importante que coordenar, ele precisava de um rosto que estivesse totalmente integrado com os fazedores de notícias da região litorânea. Ficaria na equipe, em cargo menor, e sugeri que colocasse uma pessoa genuinamente da região, capaz de, muito mais que fazer releases, atuar como um verdadeiro relações públicas do governo municipal. Qualquer texto, por mais exato que seja, é menos importante que isso na vida pública. Embora bons textos não devam ser desconsiderados.

O tempo vai, o tempo voa, e Itapemirim parece ter jogado fora a receita que lá atrás deu certo. Nossa equipe fez boa comunicação, sem ter relação com os eventuais erros do governo do Dr. Luciano. Erros que tanto lhe custam agora.

Hoje, percebo faltar uma Comunicação que esteja atenta não apenas com a notícia oficial, mas capaz de enxergar e atuar no cenário que corre por trás dela. Chamaria aqui de um gestor de crise, que atue antecipando-se ao que possa vir e atingir o governo. Se Dr. Thiago tem uma gestão forte, por outro lado tem um governo desguarnecido, enfraquecido junto a formadores de opinião e construtores da notícia diária.  

Não sou noticiador de apocalipse, por isso não posso deixar de destacar um senão. Senão chamado Pedro Paulo Biccas Júnior, que hoje está mal aproveitado batendo releases na Secretaria de Saúde.

Pedro Biccas tem potencial bem maior que o que anda executando atualmente. Não só como comunicador, e também não só como um comissionado que veste a camisa da administração, que se preocupa com os bastidores, que tenta se antecipar ao que de pior posso acontecer e denegrir a imagem do governo.

Pedro é mais que isso. É dentro de uma engenharia administrativa, cercada de papéis e burocracia por todos os lados, alguém que sabe pensar política. De enxergar cenários. Isso custa mais que um contracheque no fim do mês.

A capacidade de representar um governo e um governante em todas as ocasiões, capacidade de discutir política com os atores, os partidos, e com a população, de maneira clara e olhando nos olhos, é tarefa para poucos. Pedro Biccas tem esse talento.

 E vejo com tristeza que o prefeito de Itapemirim tenha uma pessoa como essa, mas aproveita mal. Sujeitando-se ao beabá do dia a dia, sem se comunicar à altura que mereça a terra da qual sou filho.

*********************************************

”Assim o Timbira, coberto de glória, guardava a memória do moço guerreiro, do velho Tupi / E à noite nas tabas, se alguém duvidava do que ele contava /Tornava prudente: “Meninos, eu vi!” – Juca-Pirama (Gonçalves Dias)

 

 

Comentários


Ilauro de Oliveira

ilauro01@gmail.com

 

 

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web