Home    Colunista    Ilauro de Oliveira

Victor Coelho além do Diário Oficial

Por Ilauro de Oliveira

02.01.2019

As movimentações (exonerações e nomeações) no Diário Oficial de Cachoeiro desta quarta-feira (02) mostram muito mais do que o rompimento político do prefeito Victor Coelho (PSB) com o seu vice-prefeito, Jonas Nogueira (PP), como já anunciado desde o ano passado.  

As mexidas no primeiro escalão – naturalmente precipitadas pelas ações políticas do seu vice que evidenciaram um rompimento público – indicam que o prefeito vai tratar esse seu terceiro ano de mandato como o ano decisivo para uma possível disputa em 2020.

Ao escolher Andressa Colombiano (PPS) e Rogério Athayde (MDB) para os cargos de secretária de Desenvolvimento Econômico e coordenador do Procon, respectivamente, o prefeito sinaliza uma aproximação política com dois partidos importantes.

No caso do MDB, trata-se da sigla mais tradicional da cidade, de lideranças históricas como os ex-prefeitos Helio Carlos Manhães, Gilson Carone e Roberto Valadão, e ainda o ex-deputado federal Camilo Cola. Embora estejam desgastados atualmente pela ausência de novos nomes e pela falta de mandatos, os emedebistas cachoeirenses ainda compõem um núcleo respeitado na cidade. E o Rogério é um dos poucos que representa essa nova imagem do MDB.

Já no caso do PPS, basta dizer que em nível estadual trata-se da sigla que mantém uma parceria sólida e de fidelidade com o PSB, partido de Victor, e goza de toda confiança do atual governador Renato Casagrande (PSB). Ou seja, não haveria dificuldade nenhuma em uma futura composição.

Na eleição passada, o PP de Jonas foi o principal aliado na eleição de Victor. Caso queira se reeleger em 2020, o atual prefeito só tem uma certeza até agora: não terá mais o seu aliado de outrora. Portanto, formar novas alianças eleitorais são necessidades urgentes.

Mas, além de cuidar do campo político, ato extremamente necessário para quem busca um mandato, Victor sabe também que não chegará ao seu objetivo sem que entregue à população bons resultados administrativos. Por isso, observa-se que nas nomeações estão também quadros de perfil técnico. Um deles é Eder Botelho que assume a Secretaria de Fazenda, mostrando que o foco é gestão, antes de tudo.

Um aliado próximo do prefeito sinalizou que ele usará este mês de janeiro para uma avaliação de resultados em todas as secretarias e em todos os escalões. Para bom entendedor significa que novas mudanças podem acontecer ainda neste início de ano.

O Diário Oficial sinaliza que 2020 já começou e que é necessário enxergar além dele. O prefeito, por ter a caneta, torna-se o principal ator desse processo eleitoral vindouro. Mas, lembrando sempre, que quem precipitou os movimentos do xadrez foi o vice-prefeito, fazendo oposição pública aos projetos governamentais. E optando por manter-se distante da administração, quando tinha espaço aberto dentro dela.

Ação e reação fazem parte desse jogo que terá ainda muitos lances até o final.

*****************************************

 “Vou imprimir novos rumos ao barco agitado que foi minha vida / Fiz minhas velas ao mar / Disse adeus sem chorar / E estou de partida / Todos os anos vividos são portos perdidos que eu deixo pra trás / Quero viver diferente / Que a sorte da gente é a gente que faz” – Novos Rumos (Paulinho da Viola)     

 

 

Comentários


Ilauro de Oliveira

ilauro01@gmail.com

 

 

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.
© Atenas Notícias e Opinião. Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web