Home Entrevistas

Para sociólogo, reeleição de todos está ameaçada

Por | 03.07.2013



BRASÍLIA - AGENCIA CONGRESSO - Para o sociólogo e diretor do instituo de pesquisa Arko Advice, Thiago de Aragão, a reeleição de muitos políticos "vai depender da capacidade de conseguirem falar com as ruas".



Após reunião com bancada do PMDB na manhã de hoje (02), ele falou para a AGENCIA CONGRESSO sobre "o desafio para falar com essa nova parcela de eleitores", na faixa de 18 a 30 anos, e que representam 42 milhões de brasileiros, uma vez que são eles os principais integrantes dos movimentos pelo Brasil.



São eles que, na opinião de Thiago estão fazendo com que o poder político passe por uma crise de representatividade: "A população tem vários gritos, mas uma só mensagem, e a mensagem é "eu quero ser ouvido pela classe política", destacou.

Outra questão levantada pelo diretor de análise política para a América Latina, do instituto Advice, foi a ascensão da Classe C no governo Lula, que passou a "exigir serviços de qualidade". Confira a entrevista.

 

Como se resume essa pequisa?



O que a gente viu é que a população está indo para a rua graças à uma insatisfação com relação ao poder político e é uma crise de representatividade, ou seja, é a população tem vários gritos, mas uma só mensagem, e a mensagem é "eu quero ser ouvido pela classe política".



Houve um crescimento da classe C, por isso houve um deslocamento de demandas?



A classe C não se contenta mais com o básico. A partir do momento que aumentou a renda, ela quer ser protagonista da sua própria história. E exige serviços públicos cada vez melhores.

A gente pode atribuir ao governo Lula esses protestos que ocorreram nas ruas?

 

O sucesso da distribuição de renda promovida do governo Lula elevou a régua de qualidade dos serviços públicos promovidos pela população brasileira.

 

A reeleição de todo mundo fica comprometida com esse movimento?



Vai depender da capacidade de conseguirem falar com as ruas. O que existe é um desafio para falar para essa nova parcela de eleitores.



A renovação da próxima eleição vai ser maior do que historicamente é?



Vai depender da capacidade da classe política em conseguir falar com as ruas.



Foto: Stéfane Rodrigues/ Agência Congresso

 

 

Comentários Facebook


Mais Entrevistas

Governo exigirá cadastro de famílias que optem por ensino domiciliar

"Nós vamos, também, reivindicar muita coisa para a Polícia Civil”, diz Danilo Bahiense

"Além de segurança vamos buscar fortalecer a educação", diz Alexandre Quintino

“Prender pune a pessoa, mas favorece as facções”, diz especialista

Ministro fala dos seus projetos

“O primeiro é manter o Estado organizado, as contas em dia”, diz Dr. Emílio Mameri

CONFIRMADO ! Entrevista exclusiva e ao VIVO com Dr. Cesar Nemer .

Financiamento ainda é o principal desafio da ciência no Brasil, diz Helena Nader

Ferraço: Brics deve se posicionar sobre temas como subsídios agrícolas para garantir protagonismo

Triatleta paralímpico palestra em Cachoeiro na terça. Confira a entrevista

Em entrevista, Aécio Neves defende prévias no PSDB. Leia na íntegra

?Escola integral é mais barato do que adolescente preso?

Para sociólogo, reeleição de todos está ameaçada

?Mídia brasileira é extensão da ?Casa-Grande e Senzala

AP 470: ?Há amplíssimas provas de que o dinheiro não foi desviado?

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web