Estados Unidos anunciam aproximação histórica com Cuba

Por | 17.12.2014

Os Estados Unidos vão iniciar uma aproximação “histórica” com Cuba para eventual restabelecimento das relações diplomáticas com o regime de Havana e alívio das sanções econômicas impostas desde 1962, anunciaram hoje (17) os presidentes Barack Obama e Raúl Castro.

 

Mais cedo, um alto funcionário da administração norte-americana disse que Washington vai reinstalar sua embaixada em Havana "nos próximos meses". As informações foram divulgadas após o anúncio da libertação do norte-americano Alan Gross, que estava detido há cinco anos em Cuba por espionagem.

 

Os dois presidentes conversaram ontem (16) por telefone. Estados Unidos e Cuba estão separados apenas por 150 quilômetros pelo Estreito da Florida e não têm relações diplomáticas oficiais desde 1961.

 

O embargo econômico, comercial e financeiro contra Cuba foi imposto pelos Estados Unidos em 1962, depois do fracasso da invasão à ilha, para tentar derrubar o regime de Fidel Castro em 1961, que ficou conhecida como o episódio da Baía dos Porcos.

 

A fonte norte-americana destacou que o papa Francisco e o Vaticano desempenharam papel fundamental como intermediários para a reaproximação entre os dois países. O papa também enviou carta com um apelo pessoal a Barack Obama e a Raúl Castro, e o Vaticano acolheu delegações dos dois países para finalizar a reaproximação.

 

 

Comentários Facebook


Mais Mundo

Migração: mais de 1.600 crianças morreram ou desapareceram em 5 anos

Mais de 200 cidades europeias se unem pelo clima

Papa critica "excessos do machismo" e exposição do corpo da mulher pela mídia

Copiloto do Airbus tinha 630 horas de voo, diz Lufthansa

Estados Unidos anunciam aproximação histórica com Cuba

50 verdades sobre Chávez e a Revolução Bolivariana

Casteglione vai a evento sobre mineração em Quito, Equador

América Latina: Crise mundial empurra os emigrantes de volta

Dilma é 3ª mulher mais poderosa do mundo de acordo com a revista Forbes

Salim Lamrani: Cuba, a ilha da saúde

Cachaça será reconhecida por Obama como produto tipicamente brasileiro

Fome e pobreza são desafios globais, dizem especialistas da América Latina

OMS: tabaco mata 12% dos adultos com mais de 30

A cada quatro minutos uma menina sofre mutilação genital

Chávez tem aprovação de 74,6% dos venezuelanos

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web