Home Turismo

Gasto médio do turista no Estado é de R$46,70 por dia

Por | 09.06.2015

Segundo pesquisa e dados levantados pela Secretaria de Estado de Turismo, nos últimos quatro anos (2011 a 2015), o Espírito Santo recebe mais turistas durante a temporada de verão e o gasto médio desse perfil de turista é de R$ 46,70 por dia. Os dados foram apresentados na  reunião ordinária da Comissão de Turismo desta segunda-feira (8). O secretário estadual de Turismo, José Sales Filho, mostrou dados referentes à arrecadação do turismo e falou sobre o potencial turístico do Espírito Santo e os principais programas desenvolvidos pela secretaria.

 

Entre as ações desenvolvidas está o acordo de cooperação técnica e gestão compartilhada das Unidades de Conservação (UCs). Essas unidades têm como objetivo principal proteger a biodiversidade, proteger paisagens naturais e promover a restauração de ecossistemas degradados, sendo santuários de biodiversidade. 

 

Pelo acordo, a gestão dessas unidades é feita em conjunto pelas secretarias de Estado de Turismo (Setur) e Meio Ambiente (Seama) e pelo Instituto de Meio Ambiente (Iema). O objetivo da gestão compartilhada das unidades de conservação ambientais é tornar o Espírito Santo referência nacional no destino de ecoturismo e turismo de aventura no País.

 

Sales destacou o potencial turístico do Espírito Santo e explicou que a pasta deve investir nos próximos quatro anos, nos turismo religioso e náutico, na construção de um calendário de eventos, na articulação de rotas turística juntamente com outros Estados e nas ações de comunicação e marketing. O secretário afirmou que o Estado irá desenvolver aplicativos e construir um portal na internet que auxilie o turista a conhecer e localizar os equipamentos e territórios turísticos do Espírito Santo.

 

A deputada Luzia Toledo (PMDB) aproveitou o momento para falar de eventos e realizações do empresariado capixaba que, segundo ela, têm fortalecido o turismo no Estado. A peemedebista citou o sucesso do festival de Santa Teresa e o alto padrão da estrutura turística da região de Pedra Azul.

 

Presidente do colegiado, Amaro Neto (PPS) sugeriu ao gestor da pasta de turismo maior atenção com relação à sinalização dos principais pontos turísticos do Estado. Amaro afirmou que até os pontos turísticos mais visitados, como o Convento da Penha, em Vila Velha, deixam a desejar com relação à sinalização.

 

Ao final da reunião, o convidado explicou que deverá ser recebido pelo ministro do Turismo, Henrique Alves, e deverá aproveitar o momento para buscar recursos para o setor. Segundo o secretário, a prioridade da pasta é melhorar a comunicação e o acesso às informações turísticas do Estado.

 

Estiveram presentes na reunião da Comissão de Turismo o presidente do colegiado, Amaro Neto (PPS), e os deputados Luzia Toledo (PMDB), Nunes (PT) e Hudson Leal(PRP).

 

 

Comentários Facebook


Mais Turismo

Conheça os paraísos escondidos em Anchieta

Verão em Itapemirim conta com subidas ao Monte Aghá aos sábados

Prefeitura de Marataízes debate turismo em reunião

Férias: Escolha um destino no ES sem olhar para trás

Alunos de Itapemirim refazem os passos do imperador

Gasto médio do turista no Estado é de R$46,70 por dia

FEIRA DE ARTESANATO É MAIS UM ATRATIVO DA FESTA DE CORPUS CHRISTI, EM CASTELO

Projeto leva estudantes a pontos turísticos de Cachoeiro

EMPREENDEDORES DO TURISMO DEFINEM PRIORIDADES E PLANO DE AÇÕES EM IÚNA

Feriado movimenta turismo capixaba e mercado doméstico de viagens

Marataízes realiza ?1º Encontro de Projetos Turísticos?

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.
© Atenas Notícias e Opinião. Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web