Verduras cultivadas por alunos de cachoeiro reforçam merenda

Por | 02.12.2015

Alunos de uma escola municipal de Cachoeiro estão tendo a chance de se alimentar do que eles mesmos cultivam, na horta da unidade de ensino. Ricas em vitaminas, minerais e fibras, as hortaliças – produzidas sem uso de agrotóxicos – são servidas na merenda. 

E tem mais: o plantio de mudas e sementes é feito em caixinhas de leite, pneus e garrafas pet. Assim, os estudantes também aprendem sobre a importância das práticas sustentáveis, como o reaproveitamento de materiais recicláveis. 

A ação faz parte do projeto “Horta saudável, quintal produtivo”, realizado na escola “Professor Florisbelo Neves”, no bairro Novo Parque, em parceria com o Lions Clube Frade e Freira. A entidade doa material para cultivo, sementes, terra, adubo e envia um profissional treinado na área para tirar dúvidas dos estudantes e mostrar técnicas de produção.

Mudas de flores, hortaliças e árvores são cultivadas durante as aulas de Ciências dos sextos e sétimos anos do ensino fundamental, em conjunto com a professora, que aproveita para mostrar, na prática, o conteúdo pedagógico apresentado em sala de aula. Enquanto os alimentos produzidos são consumidos pelos próprios alunos, as mudas de árvores são doadas.

 

O que é aprendido na escola ajuda os alunos também em casa, pois eles são incentivados a fazer o plantio aproveitando pequenos espaços residenciais. Dessa forma, adquirem um conhecimento que pode garantir economia doméstica, com o cultivo de hortas e, ainda, uma alimentação saudável, ao permitir o consumo de alimentos livres de produtos químicos, plantados por eles mesmos.

 

“O projeto está sendo muito interessante, pois sentimos que a horta ajudou na melhoria do rendimento escolar, desenvolveu a curiosidade pelo tema e por outros correlatos, criou interesse pela alimentação saudável e faz com que os alunos a valorizem, ainda mais, o tipo de alimento que é oferecido pela escola. A ideia é ensiná-los a valorizar o meio ambiente e o que a natureza pode nos oferecer”, explica a gestora da unidade de ensino, Elisângela Chamon de Souza.

 

 

Comentários Facebook


Mais Educação

Obras da Escola Municipal de Marobá devem ser concluídas até janeiro

Alunos de cursos técnicos em Cachoeiro participam de seminário

Enem terá aplicação digital em 2020 em fase piloto

Governo autoriza reforma e ampliação de escola infantil em Mimoso do Sul

Matemática comercial é tema de pesquisa feita por alunos de Conceição do Castelo

Aluna de Itapemirim é premiada na 15ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas OBMEP

Sedu reabre processo seletivo para profissionais do magistério

Estudantes recriam obras de arte para homenagear Cachoeiro

Transporte escolar de Soturno terá rotas readequadas

Sedu abre seleção para Supervisor Escolar

Escolas podem agendar visitas ao Museu de Ciência e Tecnologia de Cacheiro

Robótica vai estimular aprendizagem em escolas municipais de Cachoeiro

Alunas de Presidente Kennedy irão apresentar projeto no II Congresso Capixaba de Direito Civil

Estudantes visitam Casa dos Braga em Cachoeiro de Itapemirim

Propostas sobre Fundeb vitalício ganham força no Senado

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web