Outubro Rosa reforça importância da prevenção ao câncer de mama

Durante todo o mês, a Afecc promoverá uma série de atividades entre elas, palestras em vários municípios

Por | 00.00.

(Foto: Divulgação)

Para alertar as mulheres sobre a importância da realização de exames de rotina, do diagnóstico precoce e da adoção de uma vida saudável como forma de prevenção do câncer de mama, o Governo do Estado e a Associação Feminina de Combate ao Câncer (Afecc) realizam a abertura da campanha Outubro Rosa, nesta segunda-feira (03). O evento acontece no Palácio Anchieta, às 17 horas.  

Durante todo o mês, a Afecc promoverá uma série de atividades entre elas, palestras em vários municípios, em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), estima-se 1.010 casos novos de câncer de mama no Espírito Santo em 2016. Ainda segundo o Inca, o câncer de mama é o tipo que possui a maior incidência e a maior mortalidade na população feminina em todo o mundo. No Estado, foram registrados 145 óbitos pela doença no primeiro semestre deste ano. Em 2015, o câncer de mama foi responsável por 271 óbitos no Espírito Santo.

O médico Luiz Augusto Fagundes, referência técnica em Oncologia da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), explica que múltiplos fatores de risco podem causar o câncer de mama, mas ainda é a idade um dos principais fatores para se desenvolver a doença. “Mulheres entre 50 e 69 anos são naturalmente mais propensas ao desenvolvimento do câncer de mama. Por isso, é importante a mulher conhecer o próprio corpo e buscar o serviço de saúde periodicamente, o que facilita o diagnóstico precoce e o tratamento adequado”, completa. 

A suscetibilidade genética, o início precoce do fluxo menstrual e a menopausa tardia são alguns dos outros fatores que aumentam o risco de surgimento da doença, ou seja, fatores não modificáveis, portanto, não passíveis de intervenção. Porém, segundo o médico, fatores relacionados ao comportamento, como ingestão de bebidas alcoólicas, sedentarismo, obesidade e tabagismo, podem ser combatidos como forma de prevenção do câncer de mama.

Rede de atendimento

As estratégias para a detecção do câncer de mama são o rastreamento e o diagnóstico precoce. Recomenda-se que as mulheres busquem atendimento médico periodicamente numa unidade de saúde para que possam fazer os exames de rotina, entre eles o exame clínico da mama e a mamografia.

As mulheres diagnosticadas com câncer de mama são referenciadas para um dos sete hospitais com esse perfil de atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS) no Espírito Santo. Na Região Central, as referências são o Hospital São José (Colatina) e o Hospital Rio Doce (Linhares); e, na Região Sul, o Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim. Já na Metropolitana, há o Hospital Evangélico de Vila Velha e a Santa Casa de Misericórdia, o Hospital das Clínicas e o Hospital Santa Rita, os três localizados em Vitória.

Palestras

A Sesa, por meio da Área Técnica de Promoção da Equidade, e a Afecc vão realizar palestras de esclarecimento sobre o câncer de mama em diversos municípios, entre eles, Afonso Cláudio, para a população pomerana; Aracruz, para índios Guaranis; Cachoeiro de Itapemirim, para população quilombola e comunidade de terreiros; Vitória, para o público LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais) e pescadores.



Fonte: SESA

 

 

 

Comentários Facebook


Mais Saúde

Unidade de saúde do BNH de Cima recebe serviços de manutenção

ONG pede à África do Sul que legalize prostituição para combater HIV

Cachoeiro recebe 1º Fórum Sul Capixaba de Saúde Corporativa

Estado amplia vacinação contra o sarampo para crianças de 6 a 11 meses que forem viajar

Extensão do Pronto Atendimento Infantil atendeu 1,4 mil em dois meses

Nova sede da ESF Cidade Nova é inaugurada em Marataízes

Membros da Unimed Federação Espírito Santo percorrem obras do novo Hospital Unimed

Aeroporto e Boa Vista recebem mutirão contra mosquito da dengue neste sábado

Obras no trevo de acesso ao novo Hospital Unimed vão garantir mais segurança no trânsito da região

Unimed Sul Capixaba inaugura unidade de atendimento em Iconha 

Estudo revela que 80% de diabéticos podem ter doenças cardiovasculares

Governo do Estado entrega nove leitos de UTI no Hospital Padre Máximo, em Venda Nova do Imigrante

No Dia do Homem, endocrinologistas fazem campanha contra anabolizantes

Estudo mostra que adolescentes de faixas carentes estão mais obesos

Em reforma, Centro de Saúde de Cachoeiro mantém 300 atendimentos diários

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web