Home Cidades

Mais de 1,8 milhões de animais são vacinados contra a Febre aftosa no ES

Por | 13.02.2018

 

Texto: Idaf / Foto: Idaf

Estado , 12 Fevereiro 2018

O Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) registrou a comprovação de 1.872.013 animais (97,02%) vacinados contra febre aftosa em todo o Estado na última etapa da campanha de vacinação realizada durante o mês de novembro. Na ocasião, foram imunizados bovinos e bubalinos de todas as faixas etárias.

Os dados apresentados mostram que o procedimento foi realizado em 93,97% das propriedades (quase 30 mil). Segundo o diretor-presidente do Idaf, Júnior Abreu, os números têm se mantido relativamente estáveis nos últimos anos. “O compromisso do produtor com a vacinação é essencial para proteger seu patrimônio e fortalecer a pecuária capixaba. O Espírito Santo, assim como o restante do país, está caminhando para a possibilidade de retirada da vacinação até 2021, por isso, precisamos ser ainda mais vigilantes para evitar a ocorrência da doença”, explicou Abreu.

A última ocorrência da doença no Estado foi registrada em 1996. Desde 2001, o Estado é reconhecido internacionalmente com o status de livre com vacinação. Esse reconhecimento garante a comercialização da carne bovina para mercados exigentes, como União Europeia, Chile e União Aduaneira.

Destaques da etapa

Nos municípios de Bom Jesus do Norte, Governador Lindenberg, Ibiraçu, João Neiva, Marilândia, Vila Pavão, Vila Valério e Vitória, 100% das propriedades comprovaram a vacinação. Também merecem destaque as cidades em que houve a comprovação de vacinação de mais de 99% do rebanho. São elas: Atílio Vivácqua, Barra de São Francisco, Conceição do Castelo, Fundão, Jaguaré, Montanha, Mucurici, Muqui e São Gabriel da Palha.

Produtores que não vacinaram

Os proprietários que não vacinaram seu rebanho devem procurar o Idaf para receber a autorização para compra da vacina fora do período da campanha. Os faltosos estão sujeitos a multa e a propriedade fica impedida de movimentar seus bovinos e bubalinos até que a situação seja regularizada.

Próxima etapa

A próxima etapa de vacinação acontece em maio, quando devem ser vacinados apenas os animais com até dois anos de idade.

fonte http://www.montanhascapixabas.com.br

 

 

Comentários Facebook


É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias. Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web