Home Política

Prefeitos do litoral já têm antídoto contra Ferraço

Por | 14.02.2018

 

Desde que foi destronado da presidência da Assembleia Legislativa pelo governador Paulo Hartung (PMDB), passando a ser um político comum, o deputado estadual Theodorico Ferraço (DEM) não dorme. Passa o tempo pensando em como se reinventar politicamente para o pleito deste ano. Entre as poucas saídas que lhe restam, uma é inverter os papéis com a deputada federal Norma Ayub (DEM).

Simples: ela disputaria a vaga na Assembleia e ele na Câmara. Como ela tem mais longevidade pública do que ele, a ideia é que Norma dispute um cargo teoricamente mais fácil e, uma vez eleita, continue no páreo para a sucessão municipal de 2020, em Marataízes ou Itapemirim. Quanto a ele, tanto faz como tanto fez. Com quase 81 anos, se se eleger seria a glória para encerrar a trajetória com um mandato federal; e se perder, pendura as chuteiras, mas ainda podendo exercitar a política via mandato de sua companheira.

Só que essa estratégia para as eleições deste ano é acompanhada de perto pelos prefeitos de Marataízes, Itapemirim e Presidente Kennedy. O motivo é óbvio: sabem que o sucesso desse plano coloca em risco o futuro de todos eles. Por isso, a ordem é botar o pé na porta, terminando o serviço que Hartung começou. O governador tirou todo o poder de Theodorico, mas não lhe tirou o mandato. E essa tarefa depende deles agora.

A sobrevivência do casal Ferraço na politica, com a renovação dos mandatos, desorganiza e dificulta 2020, principalmente quando se fala em reeleição do prefeito Tininho (PDT) em Marataizes. Por lá, existe a tese de que Norma, hoje com domicilio eleitoral em Itapemirim, pode se transferir para disputar a sucessão maratimba, com o apoio de Toninho Bitencourt (PSDB) e Jander Vidal (PSDB), ambos ex-prefeitos, e do empresário Marcos Vivacqua. O fortalecimento desse grupo passa pela eleição de agora e, caso ocorra, coloca o atual mandatário em maus lençóis.

No caso de Itapemirim, o casal Ferraço ainda mira o poder por lá, mas hoje já não é prioridade. Depois de duas surras eleitorais, enfrentar o grupo político de Dr. Luciano (PROS) novamente seria a última opção. A chance de vencer lá é praticamente zero e por isso a tese da migração para Marataízes tem deixado o grupo de Tininho em alerta.

Já em Presidente Kennedy, Theodorico é aliado de primeira hora do ex-prefeito Reginaldo Quinta (PMDB) por isso sonha em vê-lo no governo de novo. Mas a consolidação política e administrativa da jovem prefeita Amanda Quinta Rangel (PSDB) encaminha os destinos eleitorais para uma continuidade do seu grupo na prefeitura.

Sondagem feita para consumo interno no final do ano passado mostrou que Amanda é hoje a maior cabo-eleitoral da cidade, capaz de transferir mais votos do que qualquer outro político local. Mas, ainda assim, não ter a interferência de Theodorico por lá, em 2020, é bom negócio. Por isso derrotá-lo agora é imprescindível.

Mas o sentimento anti-ferracista desses três prefeitos é gratuito? Não. Theodorico vem colocando o dedo na política de todos esses municípios, mas com sutileza de macaco em casa de louça. Consegue quebrar todos os arranjos locais, sempre com o azar de apoiar derrotados. Nas eleições de 2016, perdeu em Marataízes, Itapemirim e Presidente Kennedy. E se alguém contar as últimas 5 eleições municipais de Cachoeiro irá se assustar e ver que ele está se especializando em derrotas.

Contudo, ainda não morreu politicamente. Acuado, Theodorico tenta essa, e talvez última, estratégia para se manter vivo no poder. Por isso, um novo mandato do casal Ferraço é tão temido no litoral Sul. Agora, todos os grupos antagônicos trabalham para terminar o serviço começado pelo governador Paulo Hartung. O antídoto é lançar e apoiar vários nomes que possam tirar, ao máximo, votos de ambos. Trata-se de uma eleição cujatarefa principal não será eleger, mas derrotar.

*****************************************************

“Céu, tão grande é o céu / E bandos de nuvens que passam ligeiras / Prá onde elas vão, ah, eu não sei, não sei…” – Dindi (Tom Jobim)

fonte http://www.aquinoticias.com

 

 

Comentários Facebook


É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias. Todos os direitos reservados.

Cadetudo Soluções Web