Home Política

Por unanimidade, TRE cassa mandato de prefeito e vice de Castelo

Luiz Carlos Piassi (PMDB) e Pedro Nunes (PSDB) foram acusados pelo Ministério Público Eleitoral de captação ilícita de recursos durante a campanha de 2016

Por | 13.03.2018

 

Luiz Carlos Piassi

Foto: Facebook

O prefeito de Castelo, Luiz Carlos Piassi (PMDB), e seu vice, Pedro Nunes (PSDB), tiveram os mandatos cassados pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-ES) sob a acusação de captação ilícita de recursos para a campanha eleitoral de 2016. Eles ainda podem recorrer da decisão e, enquanto isso, permanecem nos cargos.

Em votação unânime, o TRE negou os recursos apresentados pelos gestores e, durante a sessão desta segunda-feira (12), acompanhou a decisão do juiz Joaquim Moreira, da Justiça Eleitoral de Castelo, que, em agosto do ano passado, já havia cassado os mandatos a pedido do Ministério Público Eleitoral.

Na época, Moreira entendeu que cerca de 51% do montante de R$ 138.909,70 arrecadados foram doados de forma irregular aos candidatos. A quantia deveria ter sido repassada por meio de transferência eletrônica e não através de depósitos, como ocorreu. Em um dos casos, um colaborador doou R$ 20 mil divididos em 20 depósitos, dez deles no dia 29 de setembro de 2016 e outros 10 em 24 de outubro.

Procurada, a assessoria de imprensa da Prefeitura de Castelo não respondeu até o fechamento desta reportagem.

fonte https://www.gazetaonline.com.br/

 

 

Comentários Facebook


É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias. Todos os direitos reservados.

Cadetudo Soluções Web