Home Política

Por má gestão Prefeito interino de Itapemirim Thiago Peçanha causa o caos nas finanças do município.

Por | 15.05.2018

 

Foto: Portal27.com.br

O município de Itapemirim apesar dos milhões que recebe mensalmente de royalties do petróleo está encarando uma situação complicada e emitiu um Decreto de Situação de Emergência Financeira. A decisão do prefeito interino Thiago Peçanha afeta praticamente toda a prefeitura, mas o gabinete do prefeito não terá corte de despesas como indica o Artigo 1º no parágrafo 4º “Expressamente proibida a realização de diárias e adiantamentos, exceto para o uso de extrema necessidade do chefe do poder executivo.”

Decisão atinge toda prefeitura, mas diárias e adiantamento de gabinete do prefeito continuam intactas. Foto: Jackson Rangel Vieira

O DECRETO Nº. 13.533/2018 de 11 de maio de 2018 dispõe sobre medidas de contenção de despesas, limitação de empenho, ajuste fiscal. A administração alega um déficit orçamentário de aproximadamente R$ 20.000.000,00(vinte milhões de reais) apurado no segundo bimestre de 2018, que é a diferença entre o valor arrecadado acumulado até o período e o total empenhado dos dados consolidados do Município de Itapemirim já descontados os empenhos estimativos. A publicação do Decreto gerou muita polêmica e nas redes sociais informações de falência do município espalharam rapidamente.

Prefeito flagrado hoje pela manhã na secretaria de finanças

Com a decisão funcionários e prestadores de serviços poderão ter que esperar ainda mais para receber do Governo Municipal. O parágrafo 6º afeta muitos servidores como professores que são a maioria de funcionários no município, pois prevê a suspensão de pagamento de Horas Extras e abono pecuniário de férias, exceto aqueles que forem considerados de extrema necessidade, previamente justificados e autorizados pela Secretaria Administração, Planejamento e Gestão e Secretaria de Finanças.

Postagem da Deputada Federal Norma Ayub Alves sobre os lamentáveis acontecimentos em Itapemirim

A Deputada Federal e ex-prefeita de Itapemirim Norma Ayub em comentário feito numa postagem de Adriano Maratimba no Facebook, afirma que deixou tudo arrumado com milhões em caixa e lamenta tal situação.

Além de afirmar que deixou milhões em caixa a Deputada Federal Norma Ayub posta comprovante do que disse.

A dúvida agora recai sobre o que significa EXTREMA necessidade, quem poderá avaliar esses casos? Não tivemos informação da administração se uma comissão será criada para esse tipo de acontecimento. O fato é que todos os credores do município estão com medo de não receber e estão buscando a prefeitura para não ficarem a ver navios.

O prefeito interino Thiago Peçanha ficou praticamente a sexta-feira (11/5) na secretaria de finanças, e hoje pela manhã também foi flagrado no mesmo local. O prefeito que na semana passada havia nos passado um número de telefone para contato não atendeu nossas ligações pela operadora Vivo, conseguimos falar apenas por áudio via WhatsApp, porém o número parece que não existe mais. Enviamos mensagens novamente pelo Zap e sequer a mensagem chegou ao destinatário, uma suspeita de que o chip tenha sido descartado ou o prefeito esteja sem bônus de internet em seu plano.

Presidente do Sindserv (Sindicato dos Servidores Municipais de Itapemirim) Cleverson Maia

“Existe hoje um quadro inflado de funcionários dentro da Prefeitura de Itapemirim, essa não é uma exclusividade dele, porém agora parece estar sendo feita de maneira mais acentuada. Acredito que ao invés de fazer políticas de doação ele investisse em capacitação e empreendedorismo nosso município não teria chegado a esse ponto. Hoje nosso mercado está enfraquecido, pois a prefeitura dá praticamente tudo, com isso aumenta o desemprego e o povo fica cada vez mais dependente do Poder Público. É um ciclo vicioso que pode quebrar o município. Outra coisa que não faz sentido é o prefeito num dia fazer doação de mais de 3 mil litros de leite por dia e logo em seguida decretar situação de emergência financeira (quase falência), isso realmente não faz nenhum sentido.” Disse Cleverson Maia presidente do Sindserv.

A assessoria de comunicação da prefeitura de Itapemirim nos informou que em algumas horas estará emitindo uma NOTA sobre os fatos.

Confira mais comentário na postagem!

fonte http://globonoticias.com.br

 

 

Comentários Facebook


É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias. Todos os direitos reservados.

Cadetudo Soluções Web