Home Cidades

Inventário acontece esta semana em Conceição do Castelo, D. Martins e Marechal Floriano

Por | 13.06.2018

 

Na última semana, o trabalho foi concluído nas Comarcas de Fundão, Ibiraçu, Santa Teresa, Santa Leopoldina e S. Maria de Jetibá (Foto e informação do TJES)

 

As equipes da Comissão do Inventário do Poder Judiciário do Espírito Santo (PJES) realizam, esta semana, de 11 a 15 de junho, o levantamento de bens nas Comarcas de Castelo, Conceição do Castelo, Domingos Martins e Marechal Floriano. Na última semana, o trabalho foi concluído nas Comarcas de Fundão, Ibiraçu, Santa Teresa, Santa Leopoldina e Santa Maria de Jetibá.

 

O inventário também já foi feito nos Juízos de Cariacica, Vila Velha, Serra, Vitória, Viana, Anchieta, Guarapari, Alfredo Chaves, Iconha e Piúma, além dos prédios da Corregedoria Geral da Justiça e do Tribunal de Justiça.

 

O procedimento consiste na identificação dos bens e afixação de plaquetas patrimoniais com código de barras, quando inexistente; e registro de informações padronizadas sobre descrições e especificações dos materiais permanentes (marca, modelo, número de série, localização, entre outras informações pertinentes).

 

Após todo levantamento e conferência, o responsável pelo setor assinará eletronicamente o Termo de Responsabilidade. Segundo o presidente da Comissão Permanente de Inventário dos Bens Móveis e Imóveis do Poder Judiciário Estadual, Gustavo Biazi, os bens que não forem localizados pela equipe da Comissão de Inventário, serão informados em momento oportuno, para que a unidade realize a busca física e documental.

 

A equipe da Comissão agendará previamente com o responsável pela unidade, caso o trabalhos sejam feitos pela manhã, fora do horário do expediente, para que acompanhe o levantamento de bens ou, em sua ausência, indique algum servidor para que acompanhe os trabalhos. Na parte da tarde, a equipe pode chegar a qualquer momento para realizar o inventário.

 

A identificação correta dos bens evita diversos transtornos, portanto, caso não seja possível a manutenção do bem na localização descrita no termo de responsabilidade, é necessário atualizar sua localização no sistema de patrimônio online, disponível na intranet. Toda movimentação patrimonial realizada durante ou após o inventário no PJES deve ser realizada através do sistema de “Patrimônio Online”.

fonte http://www.noticiacapixaba.com

 

 

Comentários Facebook


É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias. Todos os direitos reservados.

Cadetudo Soluções Web