Home Polícia

Dupla é presa suspeita de usar cheques furtados para comprar carros de luxo no ES

Breno Mendonça Morgado e Adib Barbosa Ribeiro foram detidos em Vitória e Vila Velha, respectivamente, durante a Operação Xeque-Mate

Por | 11.07.2018

 

Durante a operação, a Polícia Civil apreendeu diversos cheques com a dupla | Foto: TV Vitória

Uma dupla foi presa nesta terça-feira (10) suspeita de utilizar cheques furtados de malotes bancários para comprar carros de luxo no Espírito Santo. Breno Mendonça Morgado, de 39 anos, e Adib Barbosa Ribeiro, de 40, foram detidos durante a Operação Xeque-Mate, deflagrada pela Delegacia Especializada em Defraudações e Falsificações (Defa).

De acordo com a titular da Defa, delegada Rhaiana Bremenkamp, Adib era o fornecedor dos cheques furtados. Segundo as investigações, ele conseguia obter de R$ 40 a R$ 80 por cada folha de cheque falsificada. A delegada disse ainda que a dupla conseguia comprar veículos por meio dos cheques furtados.

"Nós conseguimos, em alguns meses, juntar as provas que mostram, de forma determinante, que eles estão envolvidos, que fazem parte dessa associação criminosa que vende e utiliza cheques furtados de malote para adquirir principalmente veículos de luxo", afirmou Bremenkamp.

A delegada acrescenta que, em um dos golpes, os suspeitos conseguiram adquirir carros de luxo. "Uma vítima denunciou que o Breno conseguiu pegar com ele nove veículos de alto luxo e não pagou por nenhum", contou.

Breno (esquerda) e Adib foram presos nesta terça-feira, na Operação Xeque-Mate | Foto: Reprodução

Adib foi preso em Itapuã, Vila Velha, e Breno, em Jardim Camburi, Vitória. Ambos tinham mandados de prisão em aberto. Com os suspeitos foram encontrados muitos cheques e documentos, além de uma agenda contendo informações de CPFs e nomes completos de várias pessoas.

"Tinha tudo aquilo que o criminoso precisa para realizar documentos falsos, procurações, financiamento de veículos, compras fraudulentas. Então a gente tem que ter muito cuidado como a gente utiliza nossos dados, para não ser vitima desse tipo de golpe", ressaltou Rhaiana Bremenkamp.

De acordo com a delegada, Adib e Breno foram autuados pelos crimes de estelionato, falsificação de documentos e associação criminosa, mas negaram todas as acusações.

Outra prisão

A polícia chegou até a dupla a partir da prisão de outro suspeito de integrar a organização criminosa. Thiago de Souza Ataíde Branz, de 36 anos, foi preso no dia 7 de março deste ano. Para a polícia, ele agia junto com Adib e Breno.

Thiago é suspeito de usar cheques furtados de outras pessoas na compra de veículos de luxo. Imagens gravadas pela polícia no dia da prisão dele mostram o momento em que o suspeito negociava com uma vítima. Thiago estava comprando um carro de luxo e, como forma de pagamento, deu um cheque furtado. O suspeito foi preso em flagrante logo em seguida.

fonte https://novo.folhavitoria.com.br

 

 

Comentários Facebook


É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias. Todos os direitos reservados.

Cadetudo Soluções Web