Home Política

Renato Casagrande toma posse na Assembleia

Novo governador leu compromisso de posse, assinou termo de posse e discursou para autoridades, jornalistas e convidados, que lotaram o Plenário Dirceu Cardoso

Por | 01.01.2019

Foto Tati Beling (Ales)

O novo governador do Espírito Santo, José Renato Casagrande (PSB), chegou para a cerimônia de posse na Assembleia Legislativa às 14h26. Casagrande veio acompanhado de sua esposa, Maria Virgínia Moça Casagrande, e da vice-governadora eleita, Jacqueline Moraes da Silva Avelino (PSB), que também chegou ao Palácio Domingos Martins junto com seus familiares. 

 
Os novos condutores do Executivo estadual foram recepcionados por correligionários e autoridades políticas e militares. No trajeto até o Plenário Dirceu Cardoso para a sessão solene de posse, Casagrande cumprimentou o público, posou para fotografias e aguardou no Salão Nobre da Assembleia Legislativa para sua entrada oficial.

 
Concomitantemente, a Mesa Diretora da Casa abria os trabalhos no Plenário Dirceu Cardoso, lotado por autoridades, convidados e jornalistas. O presidente do Legislativo estadual, deputado Erick Musso (PRP), designou uma comissão de parlamentares para conduzir a entrada de Renato Casagrande e Jacqueline Moraes. Os deputados Da Vitória (PDT), Dr. Hércules (MDB), Janete de Sá (PMN) e Sergio Majeski (PSB) foram os responsáveis por acompanhá-los. 

A mesa de honra foi composta pelos novos governador e vice-governadora e pelos membros da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa: presidente, Erick Musso (PRP); 1ª secretária, Raquel Lessa (Pros); 2º secretário, Enivaldo dos Anjos (PSD) e 2ª vice-presidente, Janete de Sá (PMN). 

Também compuseram a mesa o presidente do Tribunal de Justiça do Espírito Santo, Sergio Gama; o presidente do Tribunal Regional do Trabalho (TRT/ES), Mário Ribeiro Cantarino Neto; o procurador-geral de Justiça, Eder Pontes; o capitão de mar-e-guerra Sílvio Fernando Ferreira; o comandante do 38º Batalhão de Infantaria, Carlos Alexandre de Oliveira Costa; o presidente eleito da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/ES), José Carlos Rizk Filho; e o conselheiro Rodrigo Chamoun, do Tribunal de Contas do Espírito Santo. 

Após a composição da mesa de honra, houve a cerimônia de entrada das bandeiras do Brasil e do Espírito Santo, acompanhada pela banda da Polícia Militar do Espírito Santo. A banda não executou os hinos nacional e estadual em respeito ao luto devido ao falecimento do ex-governador Gerson Camata, morto no último dia 26. 

Compromisso de posse 

Após o rito de introdução, os novos comandantes do Poder Executivo fizeram seu compromisso de posse. O juramento está previsto na Constituição Estadual e no Regimento Interno da Assembleia Legislativa: “Prometo manter, defender e cumprir as constituições federal e estadual, observar as leis e promover o bem geral do povo espírito-santense”. 

Depois do juramento, a deputada Raquel Lessa (Pros) fez a leitura do termo de posse, que foi assinado por Renato Casagrande e Jacqueline Moraes e pelos membros da Mesa Diretora. Com a assinatura do documento, o presidente Erick Musso declarou empossados os novos chefes do Executivo. 

Em seguida, o presidente da Assembleia Legislativa discursou da tribuna. Ele falou sobre a importância de os poderes estarem em consonância: “É como uma grande orquestra: os instrumentos são diferentes, mas as notas musicais precisam ser as mesmas”, comparou. 


Musso também elogiou “a capacidade de gestão e o equilíbrio” demonstrados por Casagrande quando foi governador do Estado (2011-2014) e salientou os principais desafios que o novo chefe do Executivo enfrentará: desemprego, dependência química e segurança pública. “Serão anos difíceis, a crise econômica ainda se exibe no horizonte, embora com menos musculatura”, destacou. 
À fala de Erick Musso seguiu-se o discurso de Renato Casagrande. O novo governador destacou que pretende fazer um governo transparente, inovador e com responsabilidade fiscal. 

Ao final da cerimônia, Erick Musso designou os deputados Dr. Hércules (MDB), José Esmeraldo (MDB), Pr. Marcos Mansur (PSDB), Raquel Lessa (Pros) e Sandro Locutor (Pros) para conduzirem a saída do governador e da vice-governadora do Plenário. Os dois seguiram para o Palácio Anchieta para a cerimônia de transmissão da faixa de governador.  
 

 

 

Comentários Facebook


Mais Política

Quintino quer mudança em lei de reclusão de PMs

Iriny Lopes defende indicação de Wylys e Stédile

Fundo Soberano e o de Infraestrutura aprovados

Baixo custo da Assembleia Legislativa do ES contrasta com parlamentos vizinhos

Saída de Manato revolta PSL e deputados dizem que terá consequências negativas para Governo Bolsonaro

Contarato vai à Justiça contra decreto de Bolsonaro que concede 60% de desconto a poluidores

Camilo Cola encontra general Hamilton Mourão, em Brasília

Fabrício Petri é indicado como coordenador do Conselho da Microrregião Litoral-Sul

Dorlei Fontão vai comandar Presidente Kennedy por seis meses

Em chapa única, Estevão Machado é eleito presidente do MDB de Itapemirim

João do Papel pensa em candidatura para ano que vem

Prefeito de Itapemirim chama Ferraço para briga e diz que ele é o grande ator da instabilidade no município

Mais de 2 mil pessoas nas ruas de Itapemirim em apoio a Dr. Thiago Peçanha

Câmara convoca secretário para esclarecer projetos; servidores pedem rapidez na votação

Prefeito de Itapemirim chama Ferraço para briga e diz que ele é o grande ator da instabilidade no município

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web