Home Geral

Crédito habitacional da classe média será maior

Segundo o presidente da Caixa, os juros menores estarão garantidos nas operações do programa Minha Casa Minha Vida, q

Por | 08.01.2019

Fonte: Agência Brasil  

Foto: Valter Campanato/Agencia Brasil

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, indicou nesta segunda-feira (7) que deverá reajustar com base no cobrado pelo mercado os juros destinados aos trabalhadores de classe média que optam pelo financiamento habitacional. Porém, os juros mais baixos serão mantidos para quem tem renda inferior.

Segundo o presidente da Caixa, os juros menores estarão garantidos nas operações do programa Minha Casa Minha Vida, que subsidia imóveis para a população de baixa renda. Há quatro faixas de renda no programa que incluem famílias que têm rendimentos que variam de R$ 1.800 a R$ 7.000.

“[O valor dos] juros de Minha Casa Minha Vida é para quem é pobre. Para quem é classe média tem de pagar juros maiores”, disse Guimarães. “A Caixa vai respeitar acima de tudo o mercado: lei da oferta e da demanda.”

O presidente da Caixa argumentou que as mudanças na instituição têm o objetivo de pagar a dívidas, daí o plano de venda de subsidiárias, entre elas a Caixa Seguridade.

 

 

Comentários Facebook


Mais Geral

Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 125 milhões na quarta-feira

Casagrande participa de audiência pública sobre PPA 2020-2023 no sul do Estado

Estado vai investir R$ 15 milhões em obras de pavimentação em Vargem Alta

108 anos da Assembleia de Deus são comemorados na Assembleia Legislativa

Ipea: homicídios de mulheres cresceram acima da média nacional

Especialista fala sobre segurança na internet

Planalto: projeto de lei que muda CNH deve ser apresentado nesta terça

Justiça capixaba começa liberar precatórios que  somam cerca de R$ 70 milhões

Maior problema da AL não é mais a fome, mas a obesidade, diz FAO

Bolsonaro pretende dobrar pontos para suspensão de CNH

Cadastramento para linha de Conduru começa nesta quinta

Estado assina termo para instalação da APAC de Cachoeiro de Itapemirim

Maio Amarelo: simulador atesta eficácia do cinto de segurança

Justiça capixaba nega indenização a paciente que ficou com pedaço de agulha no braço após cirurgia

Statkraft Energias Renováveis já trabalha para estruturar seu programa de recuperação de área degradada

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web