Caminhos e desafios

Desenvolvimento Regional é pauta de encontro no Instituto Jones dos Santos Neves

O diretor-presidente do IJSN, Luiz Paulo Vellozo Lucas, falou sobre os ganhos regionais e o trabalho do IJSN neste processo, que está articulado com o Planejamento Estratégico do Governo do Estado.

Por | 08.02.2019

Os caminhos e os desafios para o desenvolvimento regional capixaba foram debatidos em encontro realizado no Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN) esta semana. Além da equipe e Diretoria do IJSN, estiveram presentes no encontro especialistas com atuação na área, representantes da Secretarias de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti) e de Economia e Planejamento (SEP), acadêmicos, pesquisados, além de auditores do Tribunal de Contas do Estado (TCE-ES).

O diretor-presidente do IJSN, Luiz Paulo Vellozo Lucas, falou sobre os ganhos regionais e o trabalho do IJSN neste processo, que está articulado com o Planejamento Estratégico do Governo do Estado.

“Quando territorializamos as ações, damos um salto na adesão e materialização dos projetos. O papel do IJSN é dar a base técnica nessa formatação da regionalização do planejamento estratégico”, disse.

A diretora de Estudos e Pesquisas do IJSN, Eduarda La Rocque, explica que os trabalhos estarão ancorados em um projeto de pesquisa com atuação regional. “O objetivo é dar suporte para as ações das equipes das diversas secretarias, de modo a convergirmos e harmonizarmos com os projetos que serão pactuados durante as audiências públicas do Planejamento Estratégico”, afirmou.

Um segundo aspecto importante da atuação do IJSN está na formatação e monitoramento de indicadores de resultados – aqueles que demonstrem o impacto das ações do governo na vida dos capixabas –, com dados geoestatísticos.

O especialista Marcus Vinícius Rêgo, apresentou a experiência do Estado da Bahia, que atua com Territórios de Identidade, agregados com base em premissas de similaridades culturais e econômicas.

Ele falou ainda dos consórcios públicos como instrumento para fomentar a execução prática dos investimentos e das políticas públicas, com foco na abertura de oportunidades de desenvolvimento aos territórios. “Diversos instrumentos normativos já priorizam a destinação de recursos para consórcios públicos ou arranjos que se relacionem com consórcios. Trata-se de uma inovação cooperativa que torna maior e melhor a articulação na interlocução do desenvolvimento regional”, argumentou.

Outro fator debatido na reunião foi a garantia da segurança jurídica para a necessária pactuação das ações regionais. O auditor do Tribunal de Contas Robert Luther Salviato Detoni destacou a importância dos diversos atores envolvidos nos projetos regionais – como os municípios – necessitarem de esclarecimentos prévios, de modo a dar maior fluidez aos trabalhos, incluindo os fiscalizatórios que competem ao TCE-ES.

 

 

Comentários Facebook


Mais Geral

Meta da Cesan é ampliar para 85% de cobertura até 2023

Médico terá de indenizar paciente de Marechal Floriano por cirurgia plástica mal sucedida

Proibição de telemarketing de telefônicas começa nesta terça-feira

Durante missa, mulher empurra padre Marcelo Rossi do palco em SP

Governo do Estado lança pesquisa de fluxo turístico no Espírito Santo

Maior outdoor do Brasil fica no estado de São Paulo

EDP alerta sobre os riscos de soltar pipas próximo a rede elétrica

Prefeitura de Cachoeiro convoca classificados para assinar contrato e faz nova chamada

Ministério da Agricultura proíbe venda de seis marcas de azeite e alerta sobre preços muito baixos

Veículos a partir de R$ 2 mil serão leiloados pela Seger neste sábado (13)

Piloto morre durante voo e copiloto assume comando da aeronave

Morador de Castelo será indenizado após mensagens homofóbicas em rede social

Canonização de Irmã Dulce será em 13 de outubro

Justiça condena a mais de 60 anos de reclusão acusados de assassinar família em Guarapari

Brasil é o país que mais pesquisa a palavra homofobia na internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web