Secretário da Fazenda, Rogelio Pegoretti

Governo amplia controle do orçamento e finanças do Estado

Na visão do secretário da Fazenda, Rogelio Pegoretti, as ações propostas vão garantir mais segurança às contas públicas.

Por | 08.02.2019

O Governo do Estado vai ampliar o controle sobre o orçamento e as finanças públicas. Foi publicado no Diário Oficial desta quarta-feira (6), o Decreto 4366-R que dispõe sobre a programação orçamentária e financeira do Executivo estadual. Na visão do secretário da Fazenda, Rogelio Pegoretti, as ações propostas vão garantir mais segurança às contas públicas.

Uma das medidas previstas no decreto é sobre as solicitações de abertura de crédito adicional por anulação de dotação orçamentária de investimentos para suplementação de despesa corrente. "Para cumprirmos a lei do teto de gastos com tranquilidade, toda essa movimentação terá que ter anuência da SEP e passar pelo crivo conjunto entre o Planejamento e a Fazenda", explica o subsecretário do Tesouro Estadual, Bruno Dias.

Já o secretário de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc, diz que o decreto vai ajustar o ritmo da execução orçamentária ao fluxo dos recursos financeiros. “Com base no cronograma mensal de desembolso, as secretarias e órgãos poderão planejar as suas atividades com mais segurança”, garante.

O subsecretário de Orçamento da SEP, Deusvaldo Carvalho, ressalta que o decreto visa a compatibilizar a execução das despesas do orçamento com as metas mensais de arrecadação das receitas do Tesouro Estadual. E atende ao princípio da legalidade previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal e na lei dos instrumentos de planejamento - Plano Plurianual (PPA), Lei das Diretrizes Orçamentárias (LDO) e Lei Orçamentária Anual (LOA).

Desempenho

Outra medida é a criação de um grupo a ser formado por servidores das secretarias de Estado da Fazenda (Sefaz) e de Economia e Planejamento (SEP). O Grupo Técnico de Programação Orçamentária e Financeira (GTPROG) vai monitorar e controlar a programação orçamentária e financeira dos órgãos estaduais do Governo do Espírito Santo, ao longo deste ano.

Pegoretti explica que esse grupo, que dará apoio à atividade orçamentária financeira e fiscal do Estado, “vai observar, de maneira mais minuciosa, o desempenho das receitas, e caso as entradas estejam aquém do esperado, pensará formas de compatibilização do fluxo da arrecadação com a execução orçamentária de todos os órgãos estaduais".

A análise deve apontar inclusive formas de contingenciamento. “Assim não corremos riscos de, ao final do ano, termos que segurar as contas, pois já seremos mais cautelosos do decorrer de todo o ano", explica o secretário.

Desde o início do ano, o Governo vem adotando medidas importantes para o controle das contas públicas, como o ajuste no Orçamento do Estado, tornando a peça mais realista, adequando as despesas à receita prevista; a suspensão de convênios celebrados pelo Estado com Municípios nos últimos três meses do exercício de 2018; e o decreto que estabelece medidas de contingenciamento e racionalização de gastos do Poder Executivo Estadual nos primeiros 120 dias do ano de 2019.

 

 

Comentários Facebook


Mais Geral

Durante missa, mulher empurra padre Marcelo Rossi do palco em SP

Governo do Estado lança pesquisa de fluxo turístico no Espírito Santo

Maior outdoor do Brasil fica no estado de São Paulo

EDP alerta sobre os riscos de soltar pipas próximo a rede elétrica

Prefeitura de Cachoeiro convoca classificados para assinar contrato e faz nova chamada

Ministério da Agricultura proíbe venda de seis marcas de azeite e alerta sobre preços muito baixos

Veículos a partir de R$ 2 mil serão leiloados pela Seger neste sábado (13)

Piloto morre durante voo e copiloto assume comando da aeronave

Morador de Castelo será indenizado após mensagens homofóbicas em rede social

Canonização de Irmã Dulce será em 13 de outubro

Justiça condena a mais de 60 anos de reclusão acusados de assassinar família em Guarapari

Brasil é o país que mais pesquisa a palavra homofobia na internet

Desemprego cai de 12,4% para 12,3% no trimestre encerrado em maio

Conheça cinco atitudes para deixar o trânsito mais seguro

CNJ estabelece regras que podem reduzir encarceramentos no país

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web