Home Política

Contarato defende equiparar discriminação violenta a tortura

O projeto foi encaminhado à Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) em caráter terminativo

Por | 07.03.2019

Foto: Pedro França/Agência Senado

O senador Fabiano Contarato (Rede-ES) apresentou projeto (PL 1208/2019) que inclui entre os crimes de tortura o constrangimento de qualquer pessoa por violência ou grave ameaça, causando sofrimento físico ou mental, em razão de discriminação de qualquer natureza.

— É necessário alterar o texto da Lei de Tortura (Lei 9.455, de 1997) para dar o fiel cumprimento aos preceitos constitucionais e abarcar quaisquer formas de discriminação: por religião, por condição física, qualquer forma.

O projeto foi encaminhado à Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) em caráter terminativo. Ou seja, se for aprovado pela CCJ sem recurso ao plenário, seguirá diretamente para exame da Câmara dos Deputados.

Contarato afirma que quando a Constituição foi elaborada, em 1988, e, posteriormente, quando aprovada a Lei da Tortura (1997), não se havia o conhecimento das diversas formas de constrangimento, discriminação e tortura que podem ser praticadas. O senador entende que ao incluir a expressão “discriminação de qualquer natureza” é possível abranger "o verdadeiro espírito dos direitos e garantias fundamentais imaginados" para o ordenamento jurídico nacional.

 

 

Comentários Facebook


Mais Política

Casagrande participa de encontro do Cosud no Rio Grande do Sul

Depois de 33 anos, Dr. Adail está deixando o MDB de Cachoeiro

Quase a metade dos internos do Iases não estuda

Projeto de Gandini cria novas regras para taxa de conveniência

Prefeitura de Itapemirim é denunciada no TCE-ES por suspeita de direcionamento na licitação de transporte coletivo/escolar

Deputados derrubam cinco vetos governamentais

Ministério Público apresenta a primeira denúncia contra investigados na Operação Rubi

Dorlei nomeia secretárias de Fazenda e Assistência Social em Presidente Kennedy

Tininho define aumento no tícket alimentação de Marataízes para R$ 800

Sete pessoas são presas suspeitas de fraudar licitações na Prefeitura e Câmara de Guaçuí

Na Assembleia, prefeito fala sobre área de risco em Rio Novo do Sul

Em nota oficial, Dorlei Fontão reforça discurso de trabalhar em harmonia com as instituições do ES

Bolsonaro disse que fez compromisso com Moro para indicá-lo ao STF

Dorlei Fontão deve escolher três novos secretários para Presidente Kennedy

Erimar Lesqueves é o novo presidente da Câmara Municipal de Marataízes

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web