Home Política

Passagem para Conduru é o dobro do que restante de Cachoeiro, diz vereador Silvinho

Segundo Silvinho, o representante da Agersa mostrou-se sensível aos apelos da população local e prometeu solução para o problema

Por | 25.03.2019

Foto: Wanderson Amorim/Aquinotícias

Quem se desloca, de ônibus, do centro de Cachoeiro para qualquer distrito ou área urbana do município paga a passagem no valor de R$ 3,40. Mas, como toda regra tem exceção, para chegar a Conduru o valor é outro. O distrito não é servido por linha direta do Consórcio Novo Trans, concessionário do sistema de transporte coletivo, e a única solução para moradores ou visitantes é utilizar um ônibus intermunicipal, com destino a Castelo, pagando a tarifa de R$ 7,90.

É claro que a situação não agrada aos moradores do distrito. Insatisfeitos, eles participaram em peso de reunião organizada na semana passada pelo vereador Silvinho Coelho (PRP) para discutir o assunto com Márcio Delatorre Tavares, representante da Agersa, órgão que regula o serviço de transporte municipal . Também participaram do encontro o presidente da Fammopocci, Ronaldo Xavier e o presidente da Câmara, Alexon Cipriano (PROS), além de representantes de igrejas, associações e outras instituições.

“Quem mora em Conduru paga mais que o dobro da passagem vigente no restante de Cachoeiro. É um valor abusivo, que impede o conduruense de fazer compras ou trabalhar em seu próprio município, prejudicando nossa economia”, diz Silvinho, explicando que o distrito possui 6.000 moradores, e, no ônibus intermunicipal, o valor da passagem do trecho Cachoeiro-Conduru é superior ao trecho Conduru-Castelo.

Segundo Silvinho, o representante da Agersa mostrou-se sensível aos apelos da população local e prometeu solução para o problema, garantindo a criação, em breve, de uma linha direta entre o centro de Cachoeiro e Conduru. Ao final da reunião, uma comissão com cinco moradores que irá sugerir à agência os melhores horário para os ônibus. Com base nesta proposta, a Agersa irá exigir do Novo Trans a oferta do serviço, de acordo com os dispositivos do contrato com o município. “Estamos confiantes e atentos à solução”, diz o vereador.

 

 

Comentários Facebook


Mais Política

Quintino quer mudança em lei de reclusão de PMs

Iriny Lopes defende indicação de Wylys e Stédile

Fundo Soberano e o de Infraestrutura aprovados

Baixo custo da Assembleia Legislativa do ES contrasta com parlamentos vizinhos

Saída de Manato revolta PSL e deputados dizem que terá consequências negativas para Governo Bolsonaro

Contarato vai à Justiça contra decreto de Bolsonaro que concede 60% de desconto a poluidores

Camilo Cola encontra general Hamilton Mourão, em Brasília

Fabrício Petri é indicado como coordenador do Conselho da Microrregião Litoral-Sul

Dorlei Fontão vai comandar Presidente Kennedy por seis meses

Em chapa única, Estevão Machado é eleito presidente do MDB de Itapemirim

João do Papel pensa em candidatura para ano que vem

Prefeito de Itapemirim chama Ferraço para briga e diz que ele é o grande ator da instabilidade no município

Mais de 2 mil pessoas nas ruas de Itapemirim em apoio a Dr. Thiago Peçanha

Câmara convoca secretário para esclarecer projetos; servidores pedem rapidez na votação

Prefeito de Itapemirim chama Ferraço para briga e diz que ele é o grande ator da instabilidade no município

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web