Home Geral

Empresas do setor de rochas ornamentais já realizam análises de materiais no ES

O Laboratório de Materiais funciona no Senai Vila Velha,

Por | 10.01.2019

Detentor do maior pólo industrial de processamento de rochas ornamentais da América Latina, o Espírito Santo conta, desde fevereiro, com um laboratório de caracterização de rochas ornamentais.

O espaço era uma demanda antiga do segmento e resultado de um trabalho integrado envolvendo a Federação das Indústrias do Estado do Espírito Santo (Findes) e o Sindicato da Indústria de Rochas Ornamentais, Cal e Calcários do Espírito Santo (Sindirochas).

O Laboratório de Materiais funciona no Senai Vila Velha, localizado no bairro Araçás e faz análises e ensaios em rochas. O local é formado por um conjunto de equipamentos e dispositivos necessários à realização de ensaios, conforme prescrição da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e constituem o Laboratório de Materiais.

Entre o conjunto de ensaios realizados estão testes para a verificação das resistências dos materiais, densidade, porosidade e absorção de água. Os laudos emitidos pelo laboratório atestam sobre o uso das rochas analisadas para revestimento em obras de construção civil. O espaço está capacitado para atender a demanda de todo setor de rochas do Espírito Santo que, até então, enviava suas análises para laboratórios na Bahia e em Minas Gerais.

 

 

Comentários Facebook


Mais Geral

Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 125 milhões na quarta-feira

Casagrande participa de audiência pública sobre PPA 2020-2023 no sul do Estado

Estado vai investir R$ 15 milhões em obras de pavimentação em Vargem Alta

108 anos da Assembleia de Deus são comemorados na Assembleia Legislativa

Ipea: homicídios de mulheres cresceram acima da média nacional

Especialista fala sobre segurança na internet

Planalto: projeto de lei que muda CNH deve ser apresentado nesta terça

Justiça capixaba começa liberar precatórios que  somam cerca de R$ 70 milhões

Maior problema da AL não é mais a fome, mas a obesidade, diz FAO

Bolsonaro pretende dobrar pontos para suspensão de CNH

Cadastramento para linha de Conduru começa nesta quinta

Estado assina termo para instalação da APAC de Cachoeiro de Itapemirim

Maio Amarelo: simulador atesta eficácia do cinto de segurança

Justiça capixaba nega indenização a paciente que ficou com pedaço de agulha no braço após cirurgia

Statkraft Energias Renováveis já trabalha para estruturar seu programa de recuperação de área degradada

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web