Home Geral

Construção religiosa mais antiga do ES, Capela de Santa Luzia será restaurada pelo Governo do Estado

O imóvel atualmente encontra-se com grandes focos de degradação

Por | 15.04.2019

O governador Renato Casagrande e o secretário de Estado da Cultura Fabricio Noronha assinam na próxima terça-feira (16), às 15h30, no Palácio Anchieta, em Vitória, a ordem de serviço para restauração da Capela de Santa Luzia, considerada a mais antiga construção religiosa no Espírito Santo. 

 Construído no século XVI, o local foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 1946 e vai receber obras, com um investimento de R$ 302 mil, em recursos do Estado, com acompanhamento técnico do Iphan. 

Serão refeitos telhado, alvenarias, pisos, esquadrias, forro, substituição da fiação elétrica e da iluminação, substituição de elementos hidráulicos e restauração das pinturas das alvenarias, forro e do retábulo da Capela-Mor. O imóvel atualmente encontra-se com grandes focos de degradação, além do piso que sofreu infiltração nas grandes chuvas que atingiram o Estado em 2013, causando a interdição da capela em 2016. 

História

A Capela de Santa Luzia é um marco do início da colonização do Espírito Santo. O prédio funcionou como Igreja até 1928, depois como Museu de Arte Sacra do Espírito Santo durante o período de 1950 a 1970, também já foi Galeria de Arte e Pesquisa da Universidade Federal do Espírito Santo entre 1976 a 1994 e abrigou a Superintendência do Iphan-ES entre 1996 e 2001.

Arquitetura religiosa capixaba

A ocupação do território capixaba remonta à Capitania Hereditária do Espírito Santo, destinada a Vasco Fernandes Coutinho. Nos primeiros anos foram fundados diversos povoamentos, entre eles Vitória, Vila Velha, Nova Almeida e Reritiba (atual Anchieta). Entretanto, são parcos os vestígios dos primeiros tempos, além da própria localização.

O universo dos edifícios tombados pelo Iphan no Espírito Santo testemunha o processo de colonização do seu território, com o predomínio da arquitetura religiosa. Os jesuítas tiveram papel importante em todo o território brasileiro, sendo o padre José de Anchieta seu missionário mais ilustre. Ele fundou alguns dos núcleos mais antigos do Estado, destacando-se as atuais cidades de Anchieta, Guarapari e Viana.

Serviço:
Ordem de Serviço de assinatura do restauro da Capela de Santa Luzia
Dia: 16 de abril (terça-feira)
Horário: 15h30
Local: Palácio Anchieta (Praça João Clímaco, 142, Cidade Alta, Centro - Vitória)

 

 

Comentários Facebook


Mais Geral

Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 125 milhões na quarta-feira

Casagrande participa de audiência pública sobre PPA 2020-2023 no sul do Estado

Estado vai investir R$ 15 milhões em obras de pavimentação em Vargem Alta

108 anos da Assembleia de Deus são comemorados na Assembleia Legislativa

Ipea: homicídios de mulheres cresceram acima da média nacional

Especialista fala sobre segurança na internet

Planalto: projeto de lei que muda CNH deve ser apresentado nesta terça

Justiça capixaba começa liberar precatórios que  somam cerca de R$ 70 milhões

Maior problema da AL não é mais a fome, mas a obesidade, diz FAO

Bolsonaro pretende dobrar pontos para suspensão de CNH

Cadastramento para linha de Conduru começa nesta quinta

Estado assina termo para instalação da APAC de Cachoeiro de Itapemirim

Maio Amarelo: simulador atesta eficácia do cinto de segurança

Justiça capixaba nega indenização a paciente que ficou com pedaço de agulha no braço após cirurgia

Statkraft Energias Renováveis já trabalha para estruturar seu programa de recuperação de área degradada

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web