É nesta segunda-feira

Termina hoje prazo para eleitor faltoso evitar cancelamento de título

É preciso pagar as multas pelas ausências e ir a um cartório eleitoral

Por | 06.05.2019

Fonte: Agência Brasil  

Termina nesta segunda-feira (6) o prazo para os eleitores faltosos nas últimas três votações evitarem o cancelamento do título.

Para isso, é preciso pagar as multas referentes às ausências, bem como comparecer a um cartório eleitoral para apresentar, além do título, um documento com foto e um comprovante de residência.

O processo pode ser iniciado pela internet, no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Para somar as três faltas, são contados também os turnos de votação. São consideradas ainda as eleições suplementares, convocadas quando o pleito oficial é anulado devido a irregularidades.

Caso esteja em dúvida sobre sua situação, o eleitor também pode consultar o site do TSE.

Segundo informações do TSE, mais de 2,6 milhões de pessoas podem ter o título cancelado caso não resolvam a pendência. Desse total, apenas 93.702 regularizaram a situação desde o início do prazo, no início de março.

O cancelamento do título pode acarretar uma série de problemas. A pessoa fica, por exemplo, impedida de obter passaporte e carteira de identidade, de receber salário de função ou emprego público e de participar de concorrência pública ou administrativa estatal.

O faltoso fica ainda impossibilitado de obter empréstimos em instituições públicas, de se matricular em instituições de ensino e de ser nomeado em concurso público.

Não terão os títulos cancelados aqueles que não são obrigados a votar, sendo seu comparecimento às urnas facultativo, como as pessoas entre 16 e 18 anos e acima de 70 anos. Também não estão sujeitos à medida os portadores de deficiência a quem seja impossível ou extremamente oneroso o cumprimento das obrigações eleitorais.

Os números dos títulos cancelados começarão a ser divulgados em 24 de maio.

 

 

Comentários Facebook


Mais Política

Tininho tem o DNA de Marataízes, diz deputado Marcos Mansur

Gaeco realiza operação em diversas cidades do Sul do ES

Câmara de Cachoeiro aprova recursos para construção e reforma de pontos de ônibus

Sobre PSL, Bolsonaro diz que todo casamento é passível de divórcio

Deputada alerta para aumento de feminicídio no Estado

Novas leis pretendem coibir violência contra mulher no ES

DEM abre processo de expulsão contra vereador aliado de Ferraço e Norma em Itapemirim

Possível retirada do DNPM do ES mobiliza deputados capixabas

Divisão do pré-sal deve ser votada nesta quarta na Câmara, diz líder no Senado

Em resposta a jornal, parlamentares rechaçam prejudicar ambiente de negócios do Estado

Moro diz não ver problema com fiscalização de ações policiais

Mário Louzada e o novo ciclo político-administrativo para Vargem Alta

Bolsonaro critica medida do prefeito Juninho, de Cariacica, e ameaça tirar Força Nacional; Veja o vídeo

Deputados aprovam mudanças na CNH Social

Deputado do ES pede prisão de presidente da Renova

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web