Em Cachoeiro

Sinalização que proíbe acesso de caminhões a bairros é reforçada na Linha Vermelha

   Um dos trechos é o que dá acesso à rua Augusto Nogueira, bairro Zumbi

Por | 10.05.2019

Recentemente, a prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim reforçou a sinalização horizontal e vertical da Linha Vermelha, em três pontos específicos da via, para orientar ou impedir o tráfego de caminhões, carretas, bitrens e outros veículos pesados.

As intervenções, que foram executadas por equipes da Secretaria Municipal de Segurança e Trânsito (Semset), contemplam os trechos que dão acesso à avenida Jones dos Santos Neves (na altura do bairro São Francisco de Assis), à rua Etelvina Vivácqua (em Nova Brasília) e, também, à rua Augusto Nogueira (que sai na avenida Aristides Campos).

“Nosso objetivo é enfatizar aos motoristas de veículos pesados que eles não podem, de maneira nenhuma, trafegar por esses locais, que, em muitos casos, são utilizados como ‘atalhos’, indevidamente”, esclarece o secretário de Segurança e Trânsito de Cachoeiro, Ruy Guedes Barbosa Junior.

Além de novas placas e marcações nas pista para orientar os condutores de caminhões, a Semset melhorou no trecho a sinalização para ordenar o fluxo dos veículos em geral, com pintura de marcas de canalização, de espaços destinados a vagas de estacionamento e de quebra-molas.  

Alterações recentes no Coronel Borges

A prefeitura de Cachoeiro também realizou no bairro Coronel Borges diversas alterações para restringir o tráfego de veículos pesados, a partir de demandas apresentadas pela comunidade à Semset. 

As intervenções foram feitas, há cerca de um mês, nas ruas Edson Carone (no entroncamento com a rua Coronel Borges, próximo à farmácia Principal), Dr. Jair de Freitas (que agora é mão única, com estacionamento de um lado, com uma vaga de carga e descarga) e Desembargador Lourenço (que também passou a ser mão única sentido Linha Vermelha e recebeu, ainda, sinalização vertical e horizontal), além da ponte João dos Santos Filho (em frente a antiga fábrica de cimento da Nassau, que conta, hoje, com restrição de entrada e saída de veículos pesados nos dois lados).

Também no Cel. Borges, há mais de um ano, os acessos à rua Targino Athayde receberam blocos de concreto para restringir a passagem de veículos pesados. 

 

 

Comentários Facebook


Mais Geral

Aplicação de borra de café não elimina o Aedes aegypti

Motoristas de aplicativo: 64% dos assaltos são feitos por passageiros

200 maiores empresas do ES somam R$ 106 bilhões em receita

No Dia do Ciclista, campanha alerta sobre uso seguro da bicicleta

Estado investe mais de R$ 5 milhões em máquinas, veículos e equipamentos para 31 municípios

Brechó Solidário terá peças femininas, masculinas e infantis a partir de R$ 10

Instituto de Previdência de Cachoeiro apresenta novos conselheiros

Bolsa Família reduziu 25% da taxa de extrema pobreza, aponta Ipea

Casa de shows de Castelo é condenada em R$ 67.759,68 por não pagar direitos autorais de músicas

Único apostador ganha prêmio de R$ 30 milhões na Mega-Sena

Aneel define redução da tarifa de energia da EDP no Espírito Santo

Em Castelo, mulher que diz ter caído em chão escorregadio de casa noturna tem pedido de indenização negado

Detran|ES disponibiliza nada consta de CNH no formato digital

Prefeitura de Bom Jesus do Norte e fabricante de brinquedos terão de indenizar menino que fraturou costela após cair de escorregador

Fraudes em registros de veículos no Espírito Santo levam dez pessoas para prisão

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web