Home Política

Não houve crime e nem flagrante, diz defesa da prefeita de Presidente Kennedy

Na nota enviada nesta quinta-feira (9), o advogado diz que no momento da abordagem a prefeita e o empresário sequer estavam no mesmo local e não houve contato entre eles.

Por Ilauro Oliveira | 10.05.2019

Por meio de nota, o advogado Altamiro Thadeu diz que não houve crime e nem flagrante durante a ação dos agentes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) na casa da prefeita de Presidente Kennedy, Amanda Quinta Rangel (PSDB). Ele é o responsável pela defesa da tucana, que permanece presa.

Na nota enviada nesta quinta-feira (9), o advogado diz que no momento da abordagem a prefeita e o empresário sequer estavam no mesmo local e não houve contato entre eles.

"Não houve crime e nem flagrante. A prefeita Amanda e o empresário, no momento da abordagem policial, nem sequer estavam no mesmo local e entre eles não havia ocorrido contato de qualquer natureza. Na oportunidade, o empresário, cuja atividade emprega centenas de funcionários, esclareceu que os recursos não guardavam qualquer relação com o objeto da investigação. Inobstante a tais fatos, a operação decidiu pela lavratura de um flagrante inexistente", diz nota.

De acordo com o Ministério Público Estadual (MPES), as apurações colheram fortes indícios do envolvimento de agentes políticos e servidores municipais no recebimento de propina de empresários dos ramos de limpeza pública e transporte coletivo como contraprestação a benefícios financeiros em licitações e contratos e possível enriquecimento indevido dos envolvidos.

Pelas informações divulgadas pela assessoria de Comunicação do MP que acompanhou a Operação Rubi, durante o cumprimento de mandado de busca e apreensão na casa da prefeita na quarta-feira (08), os agentes do Gaeco depararam-se com uma reunião entre a prefeita e agentes públicos. E numa outra área da casa foi encontrada em posse de um empresário uma mochila contendo R$ 33 mil. A suspeita é que o dinheiro seria utilizado para pagamento de vantagens. A defesa negou, como consta na nota divulgada.

 

 

Comentários Facebook


Mais Política

Casagrande participa de encontro do Cosud no Rio Grande do Sul

Depois de 33 anos, Dr. Adail está deixando o MDB de Cachoeiro

Quase a metade dos internos do Iases não estuda

Projeto de Gandini cria novas regras para taxa de conveniência

Prefeitura de Itapemirim é denunciada no TCE-ES por suspeita de direcionamento na licitação de transporte coletivo/escolar

Deputados derrubam cinco vetos governamentais

Ministério Público apresenta a primeira denúncia contra investigados na Operação Rubi

Dorlei nomeia secretárias de Fazenda e Assistência Social em Presidente Kennedy

Tininho define aumento no tícket alimentação de Marataízes para R$ 800

Sete pessoas são presas suspeitas de fraudar licitações na Prefeitura e Câmara de Guaçuí

Na Assembleia, prefeito fala sobre área de risco em Rio Novo do Sul

Em nota oficial, Dorlei Fontão reforça discurso de trabalhar em harmonia com as instituições do ES

Bolsonaro disse que fez compromisso com Moro para indicá-lo ao STF

Dorlei Fontão deve escolher três novos secretários para Presidente Kennedy

Erimar Lesqueves é o novo presidente da Câmara Municipal de Marataízes

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web