Espírito Santo

Incaper lança livro técnico sobre experiências na produção do café conilon

Desde a década de 1980, o Espírito Santo é referência brasileira e internacional na cafeicultura de conilon

Por | 22.05.2019

Foto: Hélio Filho/Secom

O Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) lançou, nesta terça-feira (21), no Palácio Anchieta, com a presença do governador Renato Casagrande, o livro “Café Conilon” (Conilon Coffee). A publicação reúne conhecimentos científicos, tecnologias e experiências durante os mais de 30 anos de pesquisas sobre a cafeicultura do conilon no Espírito Santo e no Brasil. Nesta edição, a obra de quase mil páginas será distribuída em formato eletrônico (ePub) e em inglês.

Durante o evento, o governador celebrou o lançamento do livro que conta com a participação de mais de 70 especialistas ao longo de seus 30 capítulos. Casagrande também falou sobre a importância do café conilon para o Espírito Santo. Segundo ele, o café é um motivo de orgulho para todos os capixabas, assim como o trabalho do Incaper:

“Temos um Estado pequeno, mas valente na produção do café. É um orgulho para nós essa produção tão grande e a melhora da qualidade do nosso café. Outros Estados podem até produzir uma quantidade maior, mas não podem ultrapassar o Espírito Santo em tecnologia e inovação. É muito bom termos esse livro, agora em língua inglesa, representa todo nosso investimento em pesquisa”, pontuou.

Desde a década de 1980, o Espírito Santo é referência brasileira e internacional na cafeicultura de conilon, completando uma história com mais de 30 anos de resultados exitosos para o campo. A cafeicultura é a atividade social e econômica mais importante para o Espírito Santo, que é o segundo produtor nacional de cafés e o primeiro de conilon. Com mais de 70% da safra brasileira, o conilon capixaba emprega 220 mil capixabas de 78 mil famílias localizadas em 40 mil propriedades de 64 municípios do Estado.

Para o secretário de Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca, Paulo Foletto, o lançamento demonstra a relevância do café conilon para o Estado.

“Quando você disponibiliza essa publicação de forma gratuita, eletrônica e em inglês, que é um idioma utilizado praticamente no mundo inteiro, você dá uma dimensão enorme para acesso a esse conhecimento. Ele pode ser acessado em qualquer parte do mundo e, dessa forma, todas as pessoas poderão conhecer e reconhecer o trabalho dos pesquisadores do Espírito Santo, os novos estudos, as pesquisas, e a importância que o café tem não apenas para nós, mas que pode ter para o mundo inteiro", comentou.

“É uma obra valiosa que reúne conhecimentos gerados pelo Incaper ao longo de tantos anos de pesquisa na área da cafeicultura. Recebemos muitas comitivas de outros países e o livro traduzido para o inglês e em formato ePub aproxima o mundo do Espírito Santo”, ressaltou o diretor-presidente do Incaper, Antonio Carlos Machado.

Em 2007 foi lançada a primeira edição deste livro. Em 2017, a obra foi atualizada e ampliada. Este ano, o formato em ePub traduzido para o inglês ampliará o alcance da obra, que pode chegar aos mais de 60 países que atuam no setor de produção de café.

“Nesse sentido, as tecnologias desenvolvidas e ou adaptadas descritas neste livro, contribuíram para o Espírito Santo alcançar quase 10 milhões de sacas de café conilon e ser reconhecido no Brasil e no mundo como uma das cafeiculturas mais competitivas e sustentáveis do planeta”, lembrou o pesquisador voluntário do Incaper, Romário Gava Ferrão.

‘Conilon Coffee’

O livro Café Conilon foi redigido por 74 profissionais, de 70 instituições parceiras, com reconhecida experiência nos diferentes conteúdos. A redação combina, de forma harmônica, teoria e prática, prezando pelo rigor científico.

Os 30 capítulos abordam temas nas diferentes áreas do conhecimento. Desde informações gerais sobre a Coffea canephora, passando por origem, história, dispersão e evolução da espécie; melhoramento genético; biotecnologia; tecnologias de manejo e cultivo sustentável; irrigação; pragas e doenças; sustentabilidade; certificação; colheita; mecanização; qualidade; transferência de tecnologia; e até os aspectos gerenciais, econômicos e de mercado, em âmbito estadual, nacional e internacional.

 

 

Comentários Facebook


Mais Agronegócio

Produtor de amêndoas do Sul do estado recebe premiação

Produtores de cafés especiais na região do Caxixe começam ser identificados pelo governo

Prefeitos de Minas Gerais conhecem o agroturismo em Venda Nova do Imigrante

Mudas de Pinus serão distribuídas a produtores da Região Serrana do ES

Queijo de 650 quilos é destaque de concurso leiteiro em Muniz Freire

Espírito Santo ganha primeira Federação dos Cafés

Produção de conilon cresce 5 vezes em 20 anos

Nova cultivar de café conilon é lançada pelo Incaper

Morador de Anchieta desenvolve máquina para colher pimenta rosa

Incaper lança livro técnico sobre experiências na produção do café conilon

“Produtores de café estão operando em prejuízo”, declara Evair de Melo em audiência pública

 Venda Nova do Imigrante abre inscrições para curso de produção de pupunha

ExpoSul Rural 2019 supera expectativa dos organizadores e movimenta R$ 25 milhões em negócios

Adesão ao Susaf permite que Castelo comercialize seus produtos em todo o Espírito Santo

ExpoSul Rural apresenta tecnologias e inovação para o setor agro

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web