Home Geral

Especialista fala sobre segurança na internet

Segundo Sudré, os erros mais comuns são abrir anexos de e-mails, fazer transações usando redes sem fio abertas e acreditar em ofertas ‘tentadoras’

Por | 04.06.2019

Foto: Ellen Campanharo

“O maior risco à segurança na internet é o desconhecimento”. O alerta foi feito pelo especialista em tecnologia e segurança da informação, Gilberto Sudré, durante a reunião desta terça-feira (4) da Comissão Parlamentar de inquérito (CPI) dos Crimes Cibernéticos.

Veja as fotos da reunião da CPI dos Crimes Cibernéticos

Sudré explicou que as pessoas cedem os dados na internet de forma voluntária sem conhecer o impacto que pode ser gerado. “O elo mais fraco para a segurança das informações é o desconhecimento das pessoas. Os erros mais comuns são abrir anexos de e-mails, fazer transações ou divulgar dados usando redes sem fio abertas em cafeterias e hotéis, por exemplo, e também acreditar em falsas propagandas ou ofertas tentadoras. Os criminosos exploram a ingenuidade das pessoas”, afirmou.

O especialista ressaltou que é imprescindível a educação dos usuários quanto ao uso dos recursos de tecnologia da informação para que esses saibam identificar armadilhas ou mesmo adotar práticas de baixo risco no mundo digital.

Sudré também alertou para o aumento da vulnerabilidade e insegurança devido ao aumento de dispositivos e interfaces conectados à internet. “Há uns anos, utilizávamos apenas o computador. E hoje já existem vários outros dispositivos como smartphones, tablets e até mesmo televisores, relógios e automóveis inteligentes. Por isso é preciso ficar atento e ter bom senso na internet. Apesar da presença de antivírus avançados no mercado, temos acompanhado que os criminosos têm lançado ataques cada vez mais bem-sucedidos contra os usuários”, concluiu. 

Delegacia 

A reunião também contou com a presença do delegado Breno Andrade, da Delegacia de Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC). Foi aprovada uma parceria entre o colegiado e a delegacia para realizações de reuniões e trabalhos em conjunto, com o objetivo de aprimorar e dar mais eficiência às investigações da CPI. O delegado comentou a iniciativa:

“É uma excelente parceria, a delegacia só tem a ganhar com o apoio da CPI. Temos essa vontade de trabalhar em conjunto porque um trabalho complementa o outro. E quem tem a ganhar é a população capixaba com esse fortalecimento do combate aos crimes cibernéticos”, destacou Andrade. 

Composição da CPI

O deputado Vandinho Leite (PSDB) é o presidente da CPI. Capitão Assumção (PSL) e Delegado Danilo Bahiense (PSL) ocupam, respectivamente, a vice-presidência e a relatoria.

São membros efetivos do colegiado o Delegado Lorenzo Pazolini (sem partido) e Coronel Alexandre Quintino (PSL). Dary Pagung (sem partido), Janete de Sá (PMN) e Carlos Von (Avante) são suplentes.

 

 

Comentários Facebook


Mais Geral

Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 125 milhões na quarta-feira

Casagrande participa de audiência pública sobre PPA 2020-2023 no sul do Estado

Estado vai investir R$ 15 milhões em obras de pavimentação em Vargem Alta

108 anos da Assembleia de Deus são comemorados na Assembleia Legislativa

Ipea: homicídios de mulheres cresceram acima da média nacional

Especialista fala sobre segurança na internet

Planalto: projeto de lei que muda CNH deve ser apresentado nesta terça

Justiça capixaba começa liberar precatórios que  somam cerca de R$ 70 milhões

Maior problema da AL não é mais a fome, mas a obesidade, diz FAO

Bolsonaro pretende dobrar pontos para suspensão de CNH

Cadastramento para linha de Conduru começa nesta quinta

Estado assina termo para instalação da APAC de Cachoeiro de Itapemirim

Maio Amarelo: simulador atesta eficácia do cinto de segurança

Justiça capixaba nega indenização a paciente que ficou com pedaço de agulha no braço após cirurgia

Statkraft Energias Renováveis já trabalha para estruturar seu programa de recuperação de área degradada

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web