Números da saúde

Dengue em Cachoeiro: quase 80% dos focos do mosquito estão nas residências

Campanha da prefeitura convoca população a participar da luta contra o mosquito

Por | 19.06.2019

Um levantamento do setor de Vigilância Ambiental da Secretaria de Saúde de Cachoeiro aponta que 76% dos focos do mosquito da dengue encontrados recentemente por agentes de combate a endemias do município estavam em residências. 

Em 43% dos casos, os criadouros foram achados nos quintais das casas, em recipientes que acumulam água. Repositórios fixos, como ralos e calhas, responderam por 24%, e as caixas d'água, 9%.

Esses dados evidenciam que, para que o combate à dengue alcance os resultados esperados, é fundamental o envolvimento dos moradores, principalmente em um cenário de avanço da doença. Só neste ano, Cachoeiro já tem mais de 3 mil casos confirmados. 

Para reverter esse quadro, além de intensificar as suas ações de combate ao mosquito, a prefeitura promove uma ampla campanha de comunicação para alertar a população para a importância das medidas preventivas, que são as mais eficazes na luta contra o vetor. 

“É necessário cada cidadão tomar para si a responsabilidade de combater esse mal que tem assolado nossa cidade, pois essa não é uma luta apenas do poder público, todos precisam se empenhar”, salienta a secretária de Saúde de Cachoeiro, Luciara Botelho.

As medidas para evitar a proliferação do mosquito são simples e bastante conhecidas. Algumas delas são: eliminar pneus sem uso, lixo e outros objetos que podem acumular água, verificar regularmente vasos de planta, cobrir corretamente as caixas d'água e fechar ralos pouco usados com plástico ou jogar água sanitária neles duas vezes por semana. 

Além disso, é importante realizar o descarte correto de copos descartáveis, embalagens, garrafas pet, tampinhas, sacolas plásticas, latinhas e outros lixos que podem acumular água parada, tornando-se locais propícios para o transmissor da dengue e de outras doenças, como chikungunya e zika vírus.

“Todo mundo precisa colaborar, fazendo em casa uma vistoria semanal que dura, no máximo, 10 minutos, para eliminar possíveis criadouros do mosquito”, recomenda o gerente da Vigilância Ambiental, Fábio Gava.

Dia D recolheu quase 100 toneladas de lixo

No último dia 29, o município realizou um Dia D de combate ao mosquito, que percorreu 12 localidades com mais notificações da enfermidade transmitida pelo Aedes aegypti. Com o mutirão, foram recolhidos quase 100 toneladas lixo e entulhos nos bairros visitados e notificação de 26 imóveis.

Organizada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus), a ação contou com apoio de outras pastas, como as de Governo (Semgov), de Serviços Urbanos (Semsur), de Esporte e Lazer (Semesp), de Segurança e Trânsito (Semset), de Educação (Seme), de Desenvolvimento Urbano (Semdurb), de Desenvolvimento Social (Semdes) e de Meio Ambiente (Semma).

 

 

Comentários Facebook


Mais Saúde

Prefeitura de Presidente Kennedy assina convênio com Hospital Evangélico

Contratações no setor de planos de saúde aumentam 3,4% em um ano

Fórum cobra políticas públicas para pessoas com doenças raras

Número de beneficiários de planos de saúde cai 0,3% em 12 meses

Cachoeiro presente no 6º Congresso Todos Juntos contra o Câncer, em São Paulo

ANS: planos de saúde de 10 operadoras estão suspensos a partir de hoje

Prefeito de Presidente Kennedy faz ajuste na equipe de Saúde para fortalecer atendimento

Unimed Sul Capixaba promove Dia da Família para aproximar colaboradores e seus familiares

ANS suspende 51 planos de saúde a partir de 6 de setembro

Unimed Sul Capixaba promove campanha para estimular exames preventivos e hábitos saudáveis

Ação leva testes rápidos de HIV e sífilis à Praça Jerônimo Monteiro, em Cachoeiro

Cachoeiro tem tratamento gratuito para quem deseja parar de fumar

Uso de celular com cabeça inclinada pode causar lesão na cervical

Unidade de saúde do BNH de Cima recebe serviços de manutenção

ONG pede à África do Sul que legalize prostituição para combater HIV

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web