Instituto Jones dos Santos Neves

Carteira de investimentos para o Espírito Santo chega a R$ 57,3 bilhões

O estudo é uma parceria do IJSN com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento (Sedes)

Por | 25.06.2019

O Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN) e divulgou nesta segunda-feira (24), levantamento que apontou um total R$ 57,3 bilhões em investimentos anunciados no Espírito Santo para o período 2018-2023. O caderno “Investimentos Anunciados e Concluídos para o Espírito Santo 2018-2023” engloba os investimentos com valor igual ou superior a R$ 1 milhão, sejam públicos ou privados.

O estudo é uma parceria do IJSN com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento (Sedes), órgão do Governo responsável pela atração de projetos dinamizadores da economia e por ações que promovam a descentralização e harmonização do desenvolvimento, gerando emprego e renda em todo o Estado.

Os dados mostram a continuidade dos avanços nos investimentos no Estado do Espírito Santo, tanto públicos quanto privados. Isso porque, na carteira anterior (período 2017-2022), esse valor era de R$ 53,9 bilhões. Desses, um total de R$ 2,1 bilhões foram efetivamente concluídos (2018) e outros investimentos foram somados à carteira ou tiveram seus valores atualizados, totalizando R$ 57,3 bilhões em 512 projetos.

O diretor presidente do IJSN, Luiz Paulo Vellozo Lucas, pontua que “isso representa um crescimento de 6,3% no valor total em relação à carteira anterior”.

A indústria foi o setor que somou maior volume de investimentos entre o total de anunciados, com R$ 55,3 bilhões. Dentro desse segmento, destaca-se a superioridade do segmento de construção, com R$ 24,6 bilhões e indústrias extrativas, com R$ 21,1 bilhões anunciados.

Neste aspecto, destaca-se o fato de 66,2% do total de investimentos anunciados para o período 2018-2023 já estarem em Execução (R$ 37,9 bilhões). Os outros 33,8% (R$ 19,3 bilhões) são considerados “em Oportunidade” - foram anunciados, mas ainda não foram iniciados.

Já entre os investimentos em execução, os que possuem maior valor são os das indústrias extrativa (especialmente petróleo e gás) e de transformação, além da construção.

Luiz Paulo Vellozo Lucas destaca que o documento confirma as vocações do Espírito Santo, especialmente no que diz respeito ao complexo minero-siderúrgico e ao de petróleo e gás. “Muito embora a produção de petróleo tenha caído, os investimentos nesta área ainda são os mais significativos, tanto da Petrobras quanto da Shell. Outro destaque é para o setor de construção, com um grande empreendimento em execução em Vila Velha, e os investimentos vinculados à logística, como a duplicação da BR 101”, assinala.

O secretário de Desenvolvimento, Heber Resende, acredita que o documento hoje apresentado é um importante retrato da dinâmica da nossa economia. “O levantamento agrupa dados relevantes sobre os investimentos que estão por vir e os setores que serão responsáveis pelos projetos relevantes da carteira de negócios nos próximos anos. É uma bússola para entender a situação do Espírito Santo em curto prazo", complementa.

Distribuição Regional

Do ponto de vista da geografia econômica do Estado, o caderno aponta que 71,3% dos investimentos anunciados estão em microrregiões não-metropolitanas. A microrregião Litoral Sul é a que possui o maior volume de investimentos anunciados (40,7% do total do Estado). Os destaques da região são as atividades petrolíferas, infraestrutura portuária e rodoviária, energia, além de cultura, educação e agronegócio.

Na segunda posição, aparece a microrregião Metropolitana com 28,7% do valor dos investimentos anunciados. A terceira posição é ocupada pela Microrregião Rio Doce com 16,3% do valor total de investimentos.

Investimentos Concluídos

Entre os investimentos com valor igual ou superior a R$ 1 milhão, públicos e privados, o levantamento do IJSN apontou um total de R$ 2,1 bilhões em investimentos concluídos no ano de 2018 no Espírito Santo, em 108 projetos.
Dentre os concluídos naquele ano, destaque também para a indústria, com R$ 1,8 bilhão, especialmente em construção (R$ 1,6 bilhão).

Para conferir o documento “Investimentos Anunciados e Concluídos para o Espírito Santo 2018-2023”, clique aqui.

 

 

Comentários Facebook


Mais Economia

Previsão de crescimento econômico aumenta; estimativa de inflação cai

Cachoeiro de Itapemirim se prepara para a Cachoeiro Stone Fair 2019

Petri comemora gestão responsável que garantiu nota A do Tesouro Nacional à Anchieta

Produtoras de Muqui dão exemplo de protagonismo feminino na cafeicultura capixaba

Apesar de receita maior no 1º semestre, secretário da Fazenda pede cautela

Nossocrédito de Marataízes alcança mais de R$ 600 mil aprovados

Empresários de Marataízes marcam presença na 12ª MEC SHOW

Comércio varejista cresce 0,1% em junho; acumulado no ano é 0,6%

Setor de rochas apresenta demandas urgentes para Bancada Federal do ES

Mesmo com autorregulação, uso do cheque especial continua alto

Espírito Santo sai em vantagem com o Programa Novo Mercado de Gás

Renato Casagrande fala sobre desafios da economia em palestra na Findes

Governo do Estado indica Heber Resende para assumir presidência da ES Gás

Aprovação da reforma é apenas o começo, diz presidente da Findes

Exportadores de rochas do ES debatem transição para nova modalidade de despacho de blocos com Alfândega e Coana

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web