Helder Salomão

Deputado capixaba propõe o fim de plano de aposentadoria especial para parlamentares

O plano, que substitui o antigo Instituto de Previdência dos Congressistas (IPC), permite que deputados e senadores se aposentem com idade mínima de 60 anos e 35 anos de contribuição

Por | 09.07.2019

“É incoerente que os parlamentares tenham privilégios sobre os demais trabalhadores que estão com seus direitos previdenciários em risco”, declarou o deputado Helder Salomão (PT-ES), autor do projeto de lei 3565/19 que extingue o Plano de Seguridade Social dos Congressistas (PSSC).

O plano, que substitui o antigo Instituto de Previdência dos Congressistas (IPC), permite que deputados e senadores se aposentem com idade mínima de 60 anos e 35 anos de contribuição para o INSS ou plano de Previdência próprio. Enquanto isso, tramita no Congresso Nacional a proposta de reforma da Previdência que aumenta o tempo de trabalho, bem como a idade mínima, para homens e mulheres se aposentarem.

“Entendemos que manter esse plano de Previdência para os parlamentares quando está sendo discutida a retirada de direitos de trabalhadores pode se configurar um escárnio deste parlamento. Não podemos permitir que congressistas tenham direitos distintos dos demais trabalhadores”, justificou o deputado capixaba.

Mesmo com a substituição do IPC pelo PSSC, a Previdência ofertada aos congressistas continua sendo bastante vantajosa, pois o benefício é calculado conforme a razão de um salário mínimo para cada ano de mandato, modelo que não se aplica para o cálculo do valor da aposentadoria dos demais trabalhadores.

Segundo Helder Salomão, sua intenção era a apresentação de um projeto que eliminasse por completo o PSSC, mas para não gerar nenhum tipo de afronta à Constituição, propôs um rearranjo para reduzir o impacto do plano nas contas públicas para os casos em que o direito já está consolidado e proíbir que novos parlamentares se associem ao Instituto. Na visão do deputado proponente, “os congressistas devem contribuir como os demais trabalhadores para o Regime Geral da Previdência Social”.

 

 

Comentários Facebook


Mais Política

Sobre PSL, Bolsonaro diz que todo casamento é passível de divórcio

Deputada alerta para aumento de feminicídio no Estado

Novas leis pretendem coibir violência contra mulher no ES

DEM abre processo de expulsão contra vereador aliado de Ferraço e Norma em Itapemirim

Possível retirada do DNPM do ES mobiliza deputados capixabas

Divisão do pré-sal deve ser votada nesta quarta na Câmara, diz líder no Senado

Em resposta a jornal, parlamentares rechaçam prejudicar ambiente de negócios do Estado

Moro diz não ver problema com fiscalização de ações policiais

Mário Louzada e o novo ciclo político-administrativo para Vargem Alta

Bolsonaro critica medida do prefeito Juninho, de Cariacica, e ameaça tirar Força Nacional; Veja o vídeo

Deputados aprovam mudanças na CNH Social

Deputado do ES pede prisão de presidente da Renova

Por unanimidade, Câmara de Cachoeiro aprova novos planos de cargos para servidores

Paulinho Miranda assume Secretaria de Obras e Márcia vai para o Governo

Corregedoria da Assembleia dá 10 dias para defesa de Capitão Assumção

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web