Barragem do Alto Bananeiras

Defesa Civil de Venda Nova do Imigrante vai debater simulado de emergência em barragem

Encontro contará com a participação da comunidade e várias autoridades para discutir como será a simulação, marcada para agosto

Por Ilauro Oliveira | 10.07.2019

Foto: divulgação 4 Batalhão de Bombeiros Militar

A Defesa Civil de Venda Nova do Imigrante vai realizar no próximo dia 27 reunião para discutir o simulado de situação de emergência na barragem do Alto Bananeiras.

A reunião vai contar com a participação da comunidade e várias autoridades a fim de debater como será realizada a simulação, marcada para agosto.

Todas as secretarias municipais, Polícia Militar, Câmara de Vereadores, Corpo de Bombeiros e outras entidades estão convidados.

 “Será um momento em que vamos conversar sobre como proceder com a simulação de emergência. É importante que os moradores participem, para que todos saibam o que vai acontecer e a forma de colaborar”, destaca Gleidson Ferreira, coordenador da Defesa Civil Municipal.

A Prefeitura vai informar com antecedência sobre a realização do simulado por meio do site oficial e outros veículos de comunicação.

Defesa Civil responde dúvidas do site

O site Atenasnoticias fez contato com a Defesa Civil de Venda Nova do Imigrante. O objetivo foi saber a atual situação da Barragem do Alto Bananeiras e também o nível de risco que ela oferece.

Por nota, o órgão esclareceu que “a Barragem do Córrego Bananeiras segundo o Plano de Segurança possui categoria de risco Médio e Dano Potencial Associado Alto. Recentemente foi alvo de inspeção periódica da AGERH (Agência Estadual de Recursos Hídricos) em Maio deste ano. Atendemos a todos os quesitos de uma barragem estável e segura”.

A nota lembrou ainda que “quanto ao risco, toda barragem possui algum tipo de risco depois de instalada, mas cabe aos órgãos fiscalizadores cobrar documentos que atestem a segurança da mesma, sendo que os principais são o Plano de Segurança e PAE (Plano de Ação Emergencial) que orientam vistorias anuais e revisões dos planos a cada 5 anos. Praticando a prevenção o risco passa a ser controlado. A Barragem em questão possui todos estes documentos atualizados”.

Treinamento para saber como agir

O simulado será realizado em 03 de agosto. O exercício tem o objetivo de orientar as pessoas que podem ser afetadas por um eventual vazamento ou rompimento da barragem sobre o que fazer e onde buscar ajuda se for preciso. Também será uma forma de as autoridades conhecerem e debaterem o plano de contingência, que trata das ações a serem tomadas em caso de necessidade.

Serviço

Reunião de preparação do simulado de emergência na barragem de Bananeiras

Quando: 27 de julho, às 14h

Local: Centro Cultural e Turístico Máximo Zandonadi, no bairro Vila Betânea

Quem pode participar: evento aberto ao público

Eis a nota da Defesa Civil na íntegra:

O simulado que iremos realizar em Venda Nova do Imigrante trata sobre uma hipótese de emergência caso a Barragem do Córrego Bananeiras venha apresentar qualquer tipo de anormalidade. Esta atividade visa atender a Lei 12.334 de 2010, que versa sobre a Política Nacional de Segurança de Barragens e dispõe, em seu artigo 4º, inciso II que a população deve ser informada e estimulada a participar, direta ou indiretamente, das ações preventivas e emergenciais.

Saliento que este simulado é de orientação e prevenção, sendo uma importante ação de preparação tanto para as autoridades que estarão à frente da resposta quanto para os moradores que residem na área de inundação, visando tornar as comunidades seguras e resilientes. Estamos realizando estudo sobre as áreas afetadas e considerando aumentar o alcance para outros bairros, onde em breve postaremos o mapa com a área afetada.

Quanto ao risco, toda barragem possui algum tipo de risco depois de instalada, mas cabe aos órgãos fiscalizadores cobrar documentos que atestem a segurança da mesma, sendo que os principais são o Plano de Segurança e PAE (Plano de Ação Emergencial) que orientam vistorias anuais e revisões dos planos a cada 5 anos. Praticando a prevenção o risco passa a ser controlado. A Barragem em questão possui todos estes documentos atualizados.

A Barragem do Córrego Bananeiras segundo o Plano de Segurança possui categoria de risco Médio e Dano Potencial Associado Alto. Recentemente foi alvo de inspeção periódica da AGERH (Agência Estadual de Recursos Hídricos) em Maio deste ano. Atendemos a todos os quesitos de uma barragem estável e segura.


Segue a programação:

16 de Julho 14 horas - Reunião com órgãos envolvidos no simulado na sede da Prefeitura Municipal de Venda Nova do Imigrante

27 de Julho 14 horas - Reunião com moradores, voluntários e demais interessados no Centro Cultural e Turístico

03 de Agosto 14 Horas - Simulado de alerta de risco de rompimento da barragem do córrego bananeiras

 

 

Comentários Facebook


Mais Cidades

Obras na avenida Jones dos Santos Neves, em Cachoeiro, em fase avançada

Manhã de inaugurações, fórum e novidades em Anchieta

Prefeito Tininho Batista anuncia mais de R$ 100 milhões em obras de urbanização nos bairros de Marataízes

Prefeitura de Anchieta inaugura Centro Administrativo II

Inscrições da Feira de Negócios são realizadas na praça Jerônimo Monteiro

Prefeitura inicia reforma do Terminal Rodoviário Honório Costalonga

Licitação para comprar quase 3 milhões de reais em fertilizantes chama atenção em Itapemirim

Trânsito de Cachoeiro teve 2,5 mil metros de sinalização revitalizados em junho

Pescadores de Anchieta e Itapemirim recebem eventos da Shell Brasil e Equinor

Obras de saneamento básico em Marobá, Presidente Kennedy, terminam em agosto

Prefeitura de Cachoeiro lança edital para parque de diversões na Feira da Bondade

Defesa Civil de Venda Nova do Imigrante vai debater simulado de emergência em barragem

BRK Ambiental dará continuidade ao Programa Portas Abertas

Para setor produtivo, prefeito de Cachoeiro apresenta melhorias em São Joaquim

Projeto de reurbanização de avenidas de Marataízes será apresentado nesta quinta-feira

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web