Em Cachoeiro

Aeroporto e Boa Vista recebem mutirão contra mosquito da dengue neste sábado

   Voluntários vão percorrer os bairros entregando material educativo

Por | 25.07.2019

Neste sábado (27), os bairros Boa Vista e Aeroporto, em Cachoeiro de Itapemirim, receberão um mutirão de combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus. A ação é organizada pela Comunidade Católica do Aeroporto e vai contar com o apoio da Prefeitura de Cachoeiro, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus).

Voluntários da comunidade, agentes de edemias, e a equipe do Programa de Educação em Saúde e Mobilização Social (PESMS) vão se reunir em frente a Igreja São Sebastião, no Aeroporto, a partir das 7h30. Depois, percorrerão os bairros distribuindo material de cunho educativo e de prevenção.

O objetivo da ação é a conscientizar sobre medidas preventivas simples, que podem evitar a proliferação do mosquito, como: eliminar pneus sem uso, lixo e outros objetos que podem acumular água; verificar regularmente vasos de planta; cobrir corretamente as caixas d'água; e fechar ralos pouco usados com plástico ou jogar água sanitária, pelo menos, duas vezes por semana.

“Esse tipo de movimento da população é muito bom, não somente para a comunidade, mas para a sociedade como um todo. É a união entre poder público e sociedade que faz com que o combate ao mosquito e suas doenças seja mais forte e as incidências diminuam. Todas as iniciativas com esse foco terão o apoio da Semus”, ressalta a secretária de Saúde do município, Luciara Botelho.

Mais de 70% dos focos nas residências

Recentemente, a Vigilância Ambiental de Cachoeiro fez um levantamento apontando que 76% dos focos do Aedes aegypti são encontrados por agentes de combate a endemias da cidade dentro das residências.

De acordo com os dados, 43% dos criadouros foram achados nos quintais das casas, em recipientes que acumulam água. Já os repositórios fixos, como ralos e calhas, correspondem a 24%, e as caixas d’água, a 9%. Os números mostram que é imprescindível o envolvimento dos moradores no combate à dengue para se alcançar resultados efetivos.

A prefeitura tem promovido uma ampla campanha de alerta à população para a importância das medidas de prevenção. Além disso, em maio, o município realizou um Dia D de combate ao mosquito, que passou por 12 localidades que apresentaram maiores notificações da enfermidade transmitida pelo Aedes aegypti. Com a ação, foram recolhidos quase 100 toneladas lixo e entulho nos bairros visitados, e 26 imóveis foram notificados.

 

 

Comentários Facebook


Mais Saúde

Unimed Sul Capixaba recebe premiação  da Associação Brasileira de Recursos Humanos

Câncer: Inca alerta para sinais e sintomas persistentes em crianças

Pesquisa revela o comportamento digital dos médicos no Brasil

A pedido de Dr. Thiago Peçanha, ex-prefeito de Itapemirim será homenageado em UTI do Hospital Santa Helena

Farmácia Cidadã de Atílio Vivácqua passa a funcionar direto, sem intervalo para almoço

Tabela SUS Capixaba para exames é publicada no Diário Oficial

Dia Mundial de Combate ao Câncer: médicos recomendam atividade física

Moradores afetados por enchente podem se vacinar contra hepatite A em seis locais

Número de mortes pelo coronavírus ultrapassa 300 na China

Casos suspeitos de coronavírus sobem para 12 no Brasil

Centro de Operações Estratégicas elabora plano para conter coronavírus

Regiões de Cachoeiro atingidas por enchente terão vacinação contra hepatite A

Cachoeiro intensifica ações de combate a endemias após enchente

Secretaria de Saúde orienta população sobre cuidados pós-enchente

Prefeito de Itapemirim determina atendimento prioritário à população atingida pela enchente

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web