Entrevista com Diego Libardi

Presidente do DEM fala de plano para Cachoeiro e candidatura própria à prefeitura

O partido anunciou em sua convenção recentemente que irá desenvolver um novo plano para a cidade

Por Ilauro Oliveira | 03.08.2019

Quando se fala em política partidária visando as eleições em Cachoeiro de Itapemirim, o DEM é uma sigla que sempre se destaca por um motivo óbvio: à sua frente se encontra o deputado estadual Theodorico Ferraço, ex-prefeito cachoeirense por quatro mandatos.

Ferraço não é exatamente o presidente do partido, cargo exercido pelo jovem advogado Diego Libardi, mas trata-se do principal expoente ao lado da sua esposa e atual deputada federal Norma Ayub. Por isso, os democratas se colocam naturalmente no centro das discussões eleitorais para o ano que vem.

Com apenas um vereador na Câmara Municipal, Alexandre de Itaóca, o DEM trabalha para ampliar a representatividade, apostando no fortalecimento interno para superar o fim das coligações partidárias no campo proporcional.

”Temos conversado com um grupo expressivo de vereadores e lideranças que desejam migrar em bloco para o partido e que decidirão na janela eleitoral do ano que vem, o que nos garantirá disputar as eleições com chapa forte e completa”, revelou Diego Libardi.

Entre os nomes trabalhados pelo partido estão lideranças conhecidas do município, mas também nomes novos e promissores.

“Temos vários políticos experientes além do vereador de Itaoca, como por exemplo, Amaral, Luizinho Terere, Zuca, Antônio Rizo, Dr Adail e William Lima. E lideranças novas como Tição do Aeroporto, Vera Lúcia, Gerlane, Rafael Cachorro, Jair do Rosário, Sérgio Sapinho, Paulo Vitor Moreira, entre outros”, pontuou o presidente.

Um plano para Cachoeiro

O partido anunciou em sua convenção recentemente que irá desenvolver um novo plano para a cidade, ou seja, nos decorrer dos próximos 12 meses fará esforços para construção de um planejamento que permita ao cachoeirense saber exatamente o que será proposto para o quadriênio 2021/2024. A relação com a administração Victor Coelho (PSB) parece não ser das melhores.

“Temos uma relação de independência em relação ao governo atual. Apoiamos as pautas que entendemos serem de interesse da cidade, independente de quem a governe. Nossos representantes na Câmara de Vereadores, na Assembléia Legislativa e na Câmara Federal enviaram recursos para a cidade, mas, lamentavelmente nem todos foram convertidos para a população” reclama Diego Libardi.

Ainda segundo o presidente, o DEM entende que o atual governo está desconectado dos verdadeiros anseios de nossa população, e, por isso, foi tomada a iniciativa de desenvolver um novo plano que represente esse desejo legítimo do cachoeirense. Mas, no momento oportuno o partido se reunirá e decidirá seu futuro.

“Pretendemos ter candidatura própria. Já temos excelentes nomes filiados, mas anunciaremos nosso candidato no momento oportuno. Discutimos com outros partidos que mantém o mesmo pensamento uma aliança para o desenvolvimento da cidade”, encerrou Diego Libardi.

O presidente do DEM em Cachoeiro de Itapemirim evitou comentar sobre uma eventual candidatura do deputado estadual Theodorico Ferraço ou da deputada federal Norma Ayub à prefeitura municipal.

 

 

Comentários Facebook


Mais Política

Governador do Rio entra no STF contra uso restrito de recursos dos royalties

Prefeito de Castelo escolhe três novos secretários

Joice Hasselmann denuncia “milícia” e “gabinete de ódio” na disseminação de fake news

Câmara aprova pacote anticrime

E na Assembleia, Mesa Diretora eleita para biênio 21-23 renuncia

Diretório Nacional do PSL confirma punição a 18 deputados federais

Rodrigo Chamoun é empossado presidente do TCE-ES para o biênio 2020-2021

Em eleição surpresa, Erick Musso é reeleito presidente para o biênio 2021-2023

Deputados pedem fim de "regalias" da Vale no Espírito Santo

Projeto que reajusta salário de servidores capixabas começa ser analisado na Assembleia Legislativa

Deputados capixabas aprovam reforma da Previdência Estadual

Aliança entre PSL e o novo partido de Bolsonaro para apoiar Jonas Nogueira em Cachoeiro

Câmara de Cachoeiro aprova projeto para reduzir conta de água

Aliança entre PSL e o novo partido de Bolsonaro para apoiar Jonas Nogueira em Cachoeiro

Prefeito de Castelo ainda não definiu mudanças no primeiro escalão

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web