Festguaçuí

Guaçuí será a capital nacional do teatro a partir deste domingo (04)

O Festival reafirma o hábito da população da região do Caparaó em prestigiar os espetáculos apresentados no evento desde o ano de 2000, ao mesmo tempo em que abre espaço para as diferenças culturais de cada região brasileira.

Por | 04.08.2019

Um dos mais importantes cenários culturais  do Espírito Santo, a cidade de Guaçuí recebe, entre os dias 04 a 10 de agosto, o seu 20º Festival Nacional de Teatro, o Festguaçuí. O evento, que é realizado pelo Grupo Teatral Gota, Pó e Poeira, é estaque em todo o País, devido ao trabalho sério de compromisso com a qualidade. 

O Festival reafirma o hábito da população da região do Caparaó em prestigiar os espetáculos apresentados no evento desde o ano de 2000, ao mesmo tempo em que abre espaço para as diferenças culturais de cada região brasileira.

Ele ainda fomenta as artes cênicas, aproximando o público dos grupos e os grupos das aspirações do povo. Os espectadores, segundo seus organizadores, se envolvem não só com o teatro, mas também com outras manifestações artísticas como a dança, fotografia e a música. O festival propõe a integração comunidade-artista-teatro, sendo um impulso permanente e necessário para atingir um amadurecimento teatral. 

As atrações

Mantendo a estrutura dos anos anteriores, o Festguaçuí deste ano recebe seis trabalhos adultos, cinco para infância e juventude, e quatro de rua, além de exposições, performances, debates e oficinas. Conta também com um espetáculo convidado na abertura: Burundanga – A revolução do baixo ventre, do Grupo Paiol de Teatro, de Vitória, com entrada franca. 

Também haverá uma apresentação especial do projeto Circulação das Práticas Culturais Afro-Brasileiras no Espírito Santo, de Cariacica, no dia 10, em praça pública. Ambos os espetáculos são contemplados pelo edital de Circulação Cultural da Secult. 

A mostra reúne montagens do sul do Estado, da Grande Vitória, e ainda espetáculos inscritos de outras partes do Brasil como São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás, Ceará, Paraná, Rio Grande do Sul, e Minas Gerais.

Esperando contar com uma plateia lotada todos os dias nas diversas sessões, o festival 2019 promete movimentar a cidade de Guaçuí, aquecer o cenário cultural da região do Caparaó e se confirmar como um dos principais atrativos do Espírito Santo. 

O evento é coordenado pelo Grupo Teatral e Ponto de Cultura “Gota, Pó e Poeira”, e tem o apoio da Prefeitura Municipal de Guaçuí, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Turismo e Esportes; da Secretaria de Estado da Cultura, por meio do Fundo de Cultura do Espírito Santo (Funcultura), no Edital 23/2018 – Setorial de Teatro; e do comércio local.

 

Confira a programação completa:

Os espetáculos que não estão localizados na Praça da Matriz ou Praça João Acacinho irão acontecer no Teatro Municipal Fernando Torres. E as peças para infância e juventude acontecem sempre às 14 horas.  

Dia 4/08 – Domingo

20h - Abertura oficial
20h15 – Burundanga – a Revolução do Baixo Ventre – Grupo Paiol de Teatro – Vitória-ES

Dia 5/08 – Segunda-feira

14h - Peter Pan: encontre o seu caminho – Cia. Poéticas da Cena Contemporânea – Vila Velha-ES
20h - Sertãohamlet – Sertão Teatro Infinito Cia – Goiânia-GO


Dia 6/08 – Terça-feira

14h - A menina que queria ser estrela – Nós do Teatro – Cachoeiro/Vila Velha-ES
18h - O Rei de quase tudo – Grupo Rerigtiba – Anchieta-ES (Praça da Matriz)
20h - Quando as máquinas param – Grupo Imagens – Fortaleza-CE


Dia 7/08 – Quarta-feira

14h - Memórias de um quintal – Insensata Cia. de Teatro – Belo Horizonte-MG
18h - Um amor de carnaval – Cia. As Lucianas – Rio de Janeiro-RJ (Praça da Matriz)
20h - Os sequestrados – Cia. Edilmar Fogos e Grupo Seis e meia – Vitória-ES


Dia 8/08 – Quinta-feira

14h - Da mala que sai – Cia. Sintonia Dominó – Rio de Janeiro-RJ
18h - Lavadeiras têm poder – Cia. 3 Entradas – Ribeirão Pires-SP (Praça da Matriz)
20h - Espera – NAPE (Núcleo Artístico de Primeiras Experiências) – São Caetano do Sul-SP

Dia 9/08 – Sexta-feira

14h - De La Mancha: o cavaleiro trapalhão – Rococó Produções – Porto Alegre-RS
18h - Que festa é essa, criatura – Cia. Incrível Teimosa – Londrina-PR (Praça da Matriz)
20h - Borra – Cia. Arroto Cênico – Nova Iguaçu-RJ

Dia 10/08 - Sábado

14h - História, Historinha, Historieta – Cia. Mais um Conto, Mais um Ponto – Guaçuí-ES
16h - Circulação das Práticas Culturais Afro-brasileiras no Espírito Santo – Cariacica-ES (Praça João Acacinho)
19h - O acerto de contas – Grupo Teatral Gota, Pó e Poeira – Guaçuí-ES (Convidado)
20h - Solenidade de Encerramento e Premiação

 

 

 

Comentários Facebook


Mais Cultura

Lei Rubem Braga divulga lista de projetos culturais contemplados

Empresas podem apoiar a realização da 8ª Bienal Rubem Braga

Cinco locais receberão ações do projeto Pé de Livros em outubro

Estação Cidadania “Sérgio Sampaio” abre biblioteca e recebe eventos culturais

Camerata Sesi se apresenta na Consolação neste domingo (22)

Secult abre chamamento para eventos em todo o Espírito Santo

Tetracampeão Mauro Silva recebe livro sobre estrela do Sumaré

Peça com ator de Tropa de Elite tem pré-estreia em Cachoeiro

Cine.Ema 2019 divulga filmes selecionados

Orquestra toca trilha de filmes no Teatro Rubem Braga

Cachoeirense lança livro na Bienal do Rio de Janeiro

Cine.Ema 2019 divulga filmes selecionados

Festival de Artes Cênicas teve mais de 3,5 mil espectadores

Teatro Rubem Braga recebe 20 apresentações em agosto

Guaçuí será a capital nacional do teatro a partir deste domingo (04)

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web