Único Nota A no País

Após divulgação do Tesouro, Casagrande ratifica um ES com controle nos gastos e mais investimentos

De acordo com Casagrande, o Estado vai promover um grande investimento utilizando o Fundo de Infraestrutura

Por | 15.08.2019

Foto: Hélio Filho/Secom

Desde 2012 o Espírito Santo recebe a nota máxima da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) quanto à Capacidade de Pagamento do Estado (Capag). E mais uma vez foi confirmado: o Espírito Santo recebeu nota A, sendo o único do País a alcançar esse patamar. O ranking dos Estados foi divulgado, na manhã desta quarta-feira (14), no Boletim de Finanças dos Entes Subnacionais 2019.

O resultado foi obtido seguindo a metodologia que avalia três principais indicadores: endividamento, poupança corrente e liquidez. O primeiro indicador é calculado pela relação entre a dívida consolidada e a receita corrente líquida. O segundo é definido pela relação entre a despesa corrente e a receita corrente ajustada. Já o terceiro é calculado pela relação entre as obrigações financeiras e a disponibilidade de caixa bruta.

“O Espírito Santo tem um histórico de gestão fiscal responsável que começou em nosso primeiro mandato, lá em 2012, quando o Tesouro Nacional começou a emissão das notas. Entregamos o Governo em 2014 com nota máxima e vamos entregá-lo em 2022 da mesma forma. Temos controle nos gastos permanentes, mas não vou ficar me escondendo em meu gabinete. Vou dar sequência em todas as obras em andamento e com dinheiro garantido”, afirmou o governador Renato Casagrande.

De acordo com Casagrande, o Estado vai promover um grande investimento utilizando o Fundo de Infraestrutura, além de garantir o futuro dos capixabas com a criação do Fundo Soberano, ambos decorrentes da assinatura do acordo do Novo Parque das Baleias. “Queremos um Estado mais justo, competitivo e respeitando a gestão fiscal responsável”, reforçou.

O secretário de Estado da Fazenda, Rogelio Pegoretti, pontua que a nota A é o resultado de um trabalho que vem sendo construindo nos últimos sete anos: “A Sefaz vem desenvolvendo um ótimo trabalho. Essa nota nos mostra que o Estado tem condição de investir e está gerindo bem os seus recursos. Temos capacidade de arcar com nossos pagamentos, compromissos e prestar um bom serviço à população”, disse.

Pegoretti complementa: “Para os próximos anos, teremos a possibilidade da manutenção da nota máxima com a criação do Fundo Soberano em nossa gestão, pois promoverá a geração de poupança intergeracional, elevando a disponibilidade financeira do Espírito Santo, que por sua vez impacta diretamente no indicador de liquidez da Capag”.

Para o secretário de Estado de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc, a posição de destaque do Espírito Santo no boletim da STN reflete o esforço de toda a equipe de Governo, pautado no planejamento e na organização das contas. "Um trabalho iniciado na primeira gestão do Governo Renato Casagrande e que tem continuidade na atual administração, consolidando uma cultura de gestão fiscal responsável no governo capixaba", lembrou.

A Secretaria do Tesouro Nacional utiliza a nota obtida pelos estados como critério para obtenção de garantias da União para a contratação de novos empréstimos. Somente os estados que obtiverem notas finais A ou B poderão obter o aval do Governo Federal.

Boletim

O Boletim é composto pelo Panorama Fiscal, que contém informações fiscais dos Estados, Distrito Federal e Municípios de forma agregada. O objetivo é ampliar a transparência das relações federativas e contribuir para o processo de sustentabilidade fiscal dos Entes.

“A posição de destaque do Espírito Santo no boletim da STN reflete o esforço de toda a equipe de Governo, pautado no planejamento e na organização das contas. Um trabalho iniciado na primeira gestão do governador o e que tem continuidade na atual administração, consolidando uma cultura de gestão fiscal responsável no governo capixaba”, lembrou o secretário de Estado de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc.

 

 

Comentários Facebook


Mais Política

Dono de empresa e engenheiro explicam atraso em obra da orla de Piúma

Presidente da Câmara de Castelo quer pedir prorrogação da Força Tarefa

Vereador de Itapemirim é expulso do Democratas

Casagrande participa de reunião com governadores sobre tributação dos combustíveis

Deputado capixaba chama Paulo Guedes de ‘ministro parasita Paulo Guedes’

Assembleia aprova revisão salarial para defensores públicos

Bombeiros e policiais cobram reposição de perdas ao Governo do Estado

Semana começa com mudanças no Governo Victor Coelho

Comissão da Assembleia Legislativa vai investigar contrato da Rodosol

Governador e bancada federal se reúnem com ministro da Economia

"Vamos manter a produtividade", diz Musso sobre ano eleitoral

Fabiano Contarato propõe criação de fundo emergencial para tragédias

Estado libera R$ 214 milhões para reconstrução de cidades atingidas pelas chuvas e prevenção de desastres

Assembleia Legislativa aprova identificação de carros de todos os poderes

Deputados criticam segurança pública do ES após tiroteio

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web