Artigo de Ilauro Oliveira

Victor Coelho, o aluno nota A

Mas o que significa exatamente essa nota A para Cachoeiro?

Por Ilauro Oliveira | 19.08.2019

Todo mundo sabe o que significa ter em casa um aluno que tem nota A em seu boletim. Em síntese, trata-se de um estudante exemplar, estudioso, cumpridor de suas tarefas e que assimila bem aquilo que estuda e aplica na hora da prova com excelência.   

A nota A da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) dada a Cachoeiro de Itapemirim pela segunda vez consecutiva mostra bem o rumo correto da administração do prefeito Victor Coelho (PSB) quando o assunto é finanças.

Pela primeira vez ocupando cargo público, Victor Coelho pode ser considerado um aluno nota A. Ao iniciar seu mandato fez o dever de casa com humildade, cercando-se de uma equipe com a qual aprendeu mais do que ensinou. E agora, três anos depois, colhe os frutos, sendo capaz de, por exemplo, palestrar para qualquer outro prefeito capixaba sobre como obter uma nota A do Tesouro Nacional duas vezes.

Um bom aluno é assim, tem por princípio a humildade e a disciplina para buscar aprender, e depois colocar em prática o que aprendeu. A nota máxima do Tesouro mostra um prefeito maduro e seguro do caminho pelo qual deve trilhar e para onde está levando sua cidade.

Mas o que significa exatamente essa nota A para Cachoeiro?

De maneira mais técnica, conseguir nota “A” do Tesouro Nacional significa estar em dia com certidões de regularidade, ter capacidade de pagamento, estar apto a realizar operações de crédito e  estar em dia com a lei de responsabilidade fiscal. 

Agora, de maneira mais prática e em bom português, significa conduzir bem as finanças do município. Significa ser bom gestor nessa área. Significa dar credibilidade ao município, fortalecendo um ambiente favorável a investimentos.

A nota A deixa um município em ampla vantagem sobre os demais quando o assunto é competitividade. Dá mais segurança para se investir já que simboliza boa administração, e, consequentemente, menos problemas. E uma cidade bem gerida nas Finanças significa uma cidade com ampla capacidade de crescimento econômico, gerando mais empregos, renda e, claro bem estar geral a todos os cidadãos.

É a economia...

Não foi à toa que o economista Milton Friedman popularizou a frase “não existe almoço grátis”. Ou seja, não se consegue, de graça, alguma coisa sem que algo em troca seja dado.

É através de uma boa gestão financeira que se obtém as outras coisas, como uma boa saúde, boa educação, boas obras de infraestrutura e etc. Primeiro é preciso fazer o dever de casa porque nada cai do céu gratuitamente. E com a casa organizada, todas as coisas podem ser acrescentadas.

*****************************************************

“A verdade, meu amor mora num poço / É Pilatos lá na Bíblia quem nos diz / Que também faleceu por ter pescoço / O autor da guilhotina de Paris / Vai orgulhosa querida / Mas aceita esta lição / No câmbio incerto da vida / A libra sempre é o coração” – Positivismo (Noel Rosa)

 

 

Comentários Facebook


Mais Artigos

Victor Coelho, o aluno nota A

Registro de filhos fruto de relação extraconjugal

Análise 2020 – Câmara de Itapemirim

Impacto digital - Jornalista comenta o fim do jornal diário A Gazeta

O que muda em relação ao trabalho aos domingos e feriados

Quanto custa um feriado?

A bossa eternizada

Neném, o comendador do povo de Cachoeiro

É possível cometer um crime e não ser condenado?

Onde tem indústria forte, tem desenvolvimento

Vai viajar com seu filho? Saiba o que você precisa

A andança não chegou ao fim. O show vai continuar

Renova Marataízes, pero no mucho

A marvada histórica

Estado de novo presente

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web