Homenagem ao ex-governador

Trecho da Segunda Ponte recebe o nome de Gerson Camata

Para Casagrande, o ex-governador fez história e ficará sempre como referência para os capixaba

Por | 19.09.2019

Foto: Ademir Ribeiro/Secom

 

O governador do Estado, Renato Casagrande, sancionou, na tarde desta quarta-feira (18), em solenidade no Palácio Anchieta, em Vitória, a Lei Ordinária nº 11.040/2019, que denomina Ponte Governador Gerson Camata o viaduto que dá acesso à Segunda Ponte, conhecido então como Viaduto do Príncipe. É uma homenagem ao ex-governador do Espírito Santo no período entre 1983 e 1986, morto em 2018. O trecho que homenageia Camata se estende de Vila Velha à alça de acesso à BR-262.

Para Casagrande, o ex-governador fez história e ficará sempre como referência para os capixabas. “Tomando a liberdade de dizer à Rita que os netos terão referências extraordinárias do avô. O Gerson era uma pessoa para cima, alegre. Estivemos em Marilândia na semana passada e vimos um vídeo que ele gravou no mesmo evento na edição do ano passado. Ele foi um grande construtor de rodovias em nosso Estado, mesmo governando por três anos e três meses”, lembrou.

O governador parabenizou a Assembleia Legislativa e o deputado Marcelo Santos, autor do projeto de lei aprovado, pela iniciativa. Segundo ele, o ato de sancionar a Lei tem todo merecimento. “Precisamos relembrar e deixar registrado este momento. Obrigado pela contribuição que foi dada pelo Gerson não somente como governador, mas também como senador”, exclamou Casagrande.

A viúva do ex-governador, a ex-deputada federal Rita Camata, também presente à solenidade, manifestou sua gratidão pela aprovação da lei e pela presença de todos. “É muito gratificante ouvir tantos testemunhos. São 270 dias de ausência e tem doído muito. Não tinha ideia de como seria difícil. Obrigado, Assembleia! Obrigado, Governador! Essa ligação da ponte que liga as cidades à Ilha de Vitória e que recebe o nome de Camata traduz um pouco do esforço que ele fez que foi ligar os municípios do interior à Capital”, disse, emocionada.

A chefe do cerimonial do Governo, Hilda Cabas, que também trabalhou com Camata, lembrou com carinho daquele período. “Para mim foi muito gratificante trabalhar com esse casal maravilhoso (Gerson e Rita Camata). Rita era uma menina quando chegou e tenho um carinho especial por ela e uma lembrança maravilhosa do governador Camata. Um homem que realmente marcou o Estado. Estou até hoje de coração partido com a sua ida”, afirmou.

Em relação à homenagem, o deputado Marcelo Santos também acrescentou: “Falar de Camata é falar só de coisa boa. Camata era uma figura muito engraçada. Mandou um telegrama para meu pai, Aloísio, dando os parabéns pela duplicação da BR-262. Foi tão engraçado que meu pai colocou em um outdoor. Nós sabemos da história do Camata, mas precisamos eternizá-la de alguma forma”, destacou.

Também estiveram presente na solenidade: o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Sérgio Gama; o presidente da Assembleia Legislativa, Erick Musso; o líder do Governo na Assembleia, Enivaldo dos Anjos; além dos deputados estaduais Adílson Espíndula, Hudson Leal, Coronel Alexandre Quintino, Emílio Mameri, Danilo Bahiense, Raquel Lessa, Dary Pagung, Torino Marques, Marcos Garcia e Alexandre Xambinho. Os secretários de Estado de Governo, Tyago Hoffman; da Casa Civil, David Diniz; da Casa Militar, coronel Aguiar; de Controle e Transparência, Edmar Camata; e de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano, Marcus Vicente, além do presidente do Prodest, Tasso Lugon.

Obras de Recuperação

Em agosto deste ano, o governador Renato Casagrande assinou a Ordem de Serviço para a recuperação do trecho. A empresa já iniciou a mobilização, com a montagem do canteiro de obras.

O projeto prevê serviços de recuperação e proteção das estruturas; remoção e instalação de guarda-corpo; substituição do revestimento asfáltico existente; novas sinalizações (horizontal e vertical); juntas de dilatação, recuperação, readequação dos dispositivos de drenagem existentes; e remanejamento de postes de iluminação pública. A parte em obras se estenderá por aproximadamente mil e quinhentos metros.

Quem foi Camata

Natural de Castelo, Gerson Camata começou a vida como jornalista e apresentador do Programa Ronda da Cidade, na Rádio Cidade de Vitória. Era formado em Ciências Econômicas, pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). Começou a carreira política como vereador na Capital. Foi deputado estadual, deputado federal por dois mandatos, senador por três vezes e governador do Estado. Gerson era casado com Rita Camata e deixou dois filhos.

 

 

Comentários Facebook


Mais Política

Saída de Joice da liderança do governo no Congresso mostra que PSL "não tem identidade partidária", avalia cientista político

Em busca de recursos, Victor Coelho cumpriu agendas em Vitória e Brasília

Tininho tem o DNA de Marataízes, diz deputado Marcos Mansur

Gaeco realiza operação em diversas cidades do Sul do ES

Câmara de Cachoeiro aprova recursos para construção e reforma de pontos de ônibus

Sobre PSL, Bolsonaro diz que todo casamento é passível de divórcio

Deputada alerta para aumento de feminicídio no Estado

Novas leis pretendem coibir violência contra mulher no ES

DEM abre processo de expulsão contra vereador aliado de Ferraço e Norma em Itapemirim

Possível retirada do DNPM do ES mobiliza deputados capixabas

Divisão do pré-sal deve ser votada nesta quarta na Câmara, diz líder no Senado

Em resposta a jornal, parlamentares rechaçam prejudicar ambiente de negócios do Estado

Moro diz não ver problema com fiscalização de ações policiais

Mário Louzada e o novo ciclo político-administrativo para Vargem Alta

Bolsonaro critica medida do prefeito Juninho, de Cariacica, e ameaça tirar Força Nacional; Veja o vídeo

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web