Em Cachoeiro

Prefeitura prepara projeto de lei para rearmamento da Guarda Municipal

Guardas municipais fizeram curso exigido para que pudessem voltar a atuar com armas de fogo

Por | 27.09.2019

A Prefeitura de Cachoeiro conseguiu autorização da justiça para que a Guarda Civil Municipal (GCM) volte a atuar com arma de fogo, desde que sancione lei municipal regulamentando o porte pelos agentes. Com isso, um projeto de lei sobre o tema já está sendo finalizado pelo Poder Executivo. A autorização foi dada pela 1ª Vara da Fazenda do município, em audiência junto ao Ministério Público realizada nesta quinta-feira (26).

Em 2018, a GCM passou por um curso da Academia de Polícia Civil (Acadepol-ES) de 550 horas, com aulas práticas e teóricas e testes físicos e psicológicos, como pré-requisito para que os agentes pudessem voltar a portar arma de fogo. Também foram criadas a Ouvidoria e a Corregedoria da Guarda, conforme determina a Lei 10.826, que regulamenta o porte de armamento no país. Restou apenas que a Polícia Federal emitisse a autorização.

A prefeitura aguardava a finalização dos trâmites de emissão por parte da PF. Entretanto, a presidência da República baixou, em junho deste ano, o Decreto 9.847, que não sinalizava mais a competência da Polícia Federal na emissão do porte de arma das Guardas Municipais, apontando que as próprias instituições regulamentassem o procedimento.

Com isso, o processo do convênio da prefeitura com a PF foi “sobrestado”, paralisado aguardando manifestação da Consultoria Jurídica do Ministério da Justiça e Segurança Pública sobre o tema. A prefeitura, então, solicitou que o Poder Judiciário analisasse a possibilidade da regulamentação em Cachoeiro, sem depender do convênio.

“Nós buscamos o judiciário para que possamos retomar o armamento da Guarda Municipal, uma vez que o Decreto 9.847, que regulamenta a lei do Estatuto do Desarmamento, condiciona o município a estabelecer uma regulamentação para que seus agentes possam portar arma de fogo. Já cumprimos todos os pressupostos objetivos estabelecidos na Lei 10.826”, explica o secretário municipal de Segurança e Trânsito, Ruy Guedes.

“A gestão dialogada das demandas municipais é sempre a melhor saída. A prefeitura já cumpriu todos os requisitos legais, não restando mais nada para que esse processo seja finalizado”, comenta o juiz Robson Louzada, titular da 1ª Vara da Fazenda de Cachoeiro.

O projeto de lei deverá ser encaminhado para a Câmara Municipal na próxima semana para análise e votação. O município tem até 30 dias para que a nova lei seja sancionada.

“O rearmamento da Guarda Municipal é prioridade da gestão. Não estamos medindo esforços para que nossos agentes possam atuar nas ruas de Cachoeiro com mais esse suporte na área da segurança. Com o importante apoio de nossos vereadores, estamos esperançosos em pôr fim a essa espera que já soma mais de dez anos”, afirma o prefeito Victor Coelho.

 

 

Comentários Facebook


Mais Segurança

Cachoeirense, coronel Sartório assume comando da Polícia Militar do Espírito Santo

Governo troca comando na Polícia Militar do Espírito Santo

Convênio para volta do porte de arma de fogo da Guarda Municipal de Cachoeiro é assinado

Outubro termina com menor número de homicídios em 23 anos no Espírito Santo

Presidente Kennedy quer mais controle na divisa com o Rio de Janeiro

Presidente Kennedy terá audiência sobre segurança

Gaeco cumpre mandados de prisão temporária e de busca e apreensão em São José do Calçado, Guaçuí, Alegre e Cachoeiro

Operação “Força pela Vida” fiscaliza transporte de rochas no Estado

Novas operações para coibir transporte clandestino fiscalizaram 100 veículos

Homicídios e outros oito crimes violentos caem no 1º semestre

Prefeitura prepara projeto de lei para rearmamento da Guarda Municipal

Guardas municipais serão homenageadas na Assembleia Legislativa

ES tem mês de agosto com menor número de homicídios desde 1996

Espírito Santo inaugura Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme)

Estado fecha acordo com a Polícia Federal para uso de sistema que ajuda a identificar criminosos

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web