Expectativa

Contratações na indústria capixaba voltarão a crescer nos próximos 18 meses

Essa é a expectativa da Findes diante dos sinais de retomada econômica no país. Neste período, o número de novos postos de trabalho deve ser duas vezes maior do que o de 2019

Por | 21.10.2019

Nos próximos 18 meses, as indústrias localizadas no estado devem criar um número de postos de trabalho duas vezes maior do que as 5 mil contratações realizadas em 2019. Essa é a expectativa da Federação das Indústrias do Estado do Espírito Santo (Findes) diante dos sinais de retomada da economia brasileira.

As novas contratações serão impulsionadas pelos investimentos que as empresas voltam a fazer no estado. Com a crise econômica iniciada em 2014, muitos projetos foram engavetados, mas com essa onda de otimismo, os empresários planejam ampliar sua capacidade produtiva em 2020.

Para o presidente da Federação, Léo de Castro, outro ponto crucial para a retomada da economia e geração de empregos no país, é a aprovação das reformas previdenciárias e tributárias, que estão em discussão no Congresso Nacional.

“Essas reformas são urgentes para impulsionar o desenvolvimento, portanto suas aprovações se fazem necessárias para que o cenário econômico seja ainda mais favorável, proporcionando segurança aos investidores", destaca. "O país está bem pautado em suas agendas e é preciso ter celeridade para destravar a economia e atrair investidores. Em paralelo ao cenário nacional, o Espírito Santo apresenta equilíbrio fiscal, o que facilita a expansão das indústrias locais, além de investimentos em âmbito nacional e internacional dentro do Estado”, acrescenta.

O setor produtivo capixaba conta com 18 mil empresas que empregam, hoje, 214 mil pessoas.

Reinserção

Com o otimismo econômico em alta, as empresas também voltam seus esforços para expandir seus negócios - criando novas unidades no estado -, além de modernizar e reformar seus parques industriais. O investimento em tecnologia e inovação são essenciais para que elas alcancem o patamar da Indústria 4.0, aumentem sua produtividade e a eficiência de suas operações.

Neste cenário, quem quer aproveitar a oportunidade e se reinserir no mercado de trabalho, o ponto de atenção deve ser a qualificação.

"Quem estiver qualificado, principalmente com cursos técnicos profissionais voltados para o conhecimento tecnológico, vai conseguir se reinserir na indústria 4.0. Vivemos em um contexto em que todos precisam aprender a reaprender para permanecer e se reinserir no mercado de trabalho, principalmente na indústria, que é marcada pela automatização e inovações", frisou.

O profissional que busca qualificação e aperfeiçoamento, a dica é procurar a unidade do Senai mais próxima e se inscrever em um dos cursos de curta duração. A instituição atualizou seu portfólio e matrizes curriculares para atender as reais demandas da indústria capixaba e capacitar os alunos para as transformações digitais e as tecnologias habilitadoras da Indústria 4.0.

As matrículas para os cursos técnicos para o ano de 2020 serão abertas em breve. Já para os cursos de curta duração, o interessado deve comparecer a uma unidade do Senai ou entrar em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC), pelos contatos: (27) 33345929 e sac@senai-es.org.br.

 

 

Comentários Facebook


Mais Economia

Espírito Santo ocupa 2ª posição em ranking de liberdade econômica do País

Seis em cada 10 empresários pretendem investir nos próximos 12 meses

Victor Coelho estimula ambiente de negócios com adesão ao Programa Cidade Empreendedora do Sebrae

Vendas no Natal devem movimentar R$ 60 bilhões na economia, aponta pesquisa

Presidente Kennedy debate desenvolvimento econômico

“Vivemos a grande virada da economia do Espírito Santo”, diz vice-presidente da Findes

Energia fotovoltaica: investimento para empresas que querem reduzir custos

Empresas do setor de rochas ornamentais têm acesso ao crédito no Bandes

Brasil tem 5 milhões de pessoas superendividadas

Mariana vê melhora econômica e aguarda Samarco após 4 anos da tragédia

Mutirão do Procon vai facilitar pagamento de dívidas em Cachoeiro

Empresa de provedor de internet em Presidente Kennedy se estrutura com recursos do Fundesul

Apenas 25% dos jovens de 18 a 30 anos fazem controle finance

A Samarco obtém Licença de Operação Corretiva e já pode reiniciar suas operações

Aneel anuncia bandeira tarifária vermelha para novembro

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web