Seguro Obrigatório de Danos Pessoais

Bolsonaro assina medida provisória que extingue o Dpvat

Pela proposta, os acidentes ocorridos até 31 de dezembro de 2019 continuam cobertos pelo DPVAT.

Por | 12.11.2019

Fonte: Agência Brasil  Brasília

O presidente Jair Bolsonaro assinou hoje (11) medida provisória (MP) extinguindo, a partir de 1º de janeiro de 2020, o Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por veículos automotores de via terrestre, o chamado Dpvat. De acordo com o governo, a medida tem por objetivo evitar fraudes e amenizar os custos de supervisão e de regulação do seguro por parte do setor público, atendendo a uma recomendação do Tribunal de Contas da União (TCU).

Pela proposta, os acidentes ocorridos até 31 de dezembro de 2019 continuam cobertos pelo DPVAT. A atual gestora do seguro, a Seguradora Líder, permanecerá até 31 de dezembro de 2025 como responsável pelos procedimentos de cobertura dos sinistros ocorridos até a da de 31 de dezembro deste ano.

“O valor total contabilizado no Consórcio do Dpvat é de cerca de R$ 8,9 bilhões, sendo que o valor estimado para cobrir as obrigações efetivas do Dpvat até 31/12/2025, quanto aos acidentes ocorridos até 31/12/2019, é de aproximadamente R$ 4.2 bilhões”, informou o Ministério da Economia.

De acordo coma pasta, o valor restante, cerca de R$ 4.7 bilhões, será destinado, em um primeiro momento, à Conta Única do Tesouro Nacional, em três parcelas anuais de R$ 1.2 bilhões, em 2020, 2021 e 2022.

“A medida provisória não desampara os cidadãos no caso de acidentes, já que, quanto às despesas médicas, há atendimento gratuito e universal na rede pública, por meio do SUS [Sistema Único de Saúde]. Para os segurados do INSS [Instituto Nacional do Seguro Social], também há a cobertura do auxílio-doença, aposentadoria por invalidez, auxílio-acidente e de pensão por morte”, acrescentou o ministério.

A MP extingue também  o Seguro de Danos Pessoais Causados por Embarcações, ou por sua carga, a pessoas transportadas ou não (DPEM). Segundo o ministério, esse seguro está sem seguradora que o oferte e inoperante desde 2016.

 

 

Comentários Facebook


Mais Geral

Cobertura da mídia sobre feminicídio é inapropriada, mostra relatório

MP notifica Sindipostos para cumprimento de requisitos no abastecimento de veículos a gás

Recadastramento de artesãos de Cachoeiro termina na próxima semana

Governo do ES autoriza construção de Centro de Excelência para Pessoas com Deficiência

Cadeirantes do ES apresentam demandas em audiência pública

Expectativa de vida no Brasil sobe para 76,3 anos

Procon de Cachoeiro dá oito dicas para quem quer aproveitar a Black Friday

Dallagnol é punido com advertência por críticas a ministros do STF

Criador de aves exóticas de Ibatiba será indenizado por causa de apagão

Criador da WWW propõe contrato para "consertar" internet

Apresentador Gugu Liberato morre aos 60 anos

Especial - CAMINHOS DA APOSENTADORIA NO BRASIL

Celulares pré-pagos de 17 estados devem ser recadastrados até segunda

Chuvas no Espírito Santo deixam 91 desalojados; uma pessoa morreu

Trabalho social da Igreja Presbiteriana do Brasil recebe homenagem no ES

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web