Tragédia ambiental

Devido ao vazamento de óleo no Nordeste, praias de Itapemirim são monitoradas diariamente

Caso a população venha a detectar alguma substância suspeita, deverá efetuar o contato imediatamente com os meios disponíveis.

Por | 18.11.2019

O Município de Itapemirim, por meio da Secretaria de Meio Ambiente informa que o material oleado, proveniente de vazamento na região nordeste do Brasil, ainda não chegou no litoral sul do Espírito Santo. Esses materiais alcançaram a costa norte do estado, nos municípios de Conceição da Barra, São Mateus e Linhares. Devido a chegada ao estado, o secretário de Meio Ambiente de Itapemirim, Jean Paz Roza disponibilizou uma equipe treinada para monitorar diariamente toda costa municipal, durante os últimos dias.

 

O secretário ainda informa que a marinha do Brasil já encontrou fragmentos de óleo no litoral de Vitória, capital do Espírito Santo. O material que foi recolhido na praia de Camburi, foi encaminhado para análise que irá avaliar se é o mesmo que contaminou as praias do Nordeste. Por isso Jean alerta que a ação da vigilância nas praias do município tem sido constante e não cessará enquanto houver a possibilidade deste material atingir o litoral de Itapemirim.

 

Preventivamente o município já capacitou vários servidores das secretarias de meio ambiente, defesa civil e limpeza pública para atuar caso o óleo que foi derramado na região nordeste chegue ao litoral de Itapemirim. O treinamento foi oferecido pelo IBAMA, ICMBIO e IEMA. Neste, foi passado o conhecimento sobre as características do óleo e o que fazer caso chegue às praias informando quais são os equipamentos utilizados para retirar o material bem como todo o procedimento de segurança.

Caso a população venha a detectar alguma substância suspeita, deverá efetuar o contato imediatamente com os meios disponíveis. Em hipótese alguma este material deverá ser manipulado pela população. Outras informações, como fauna e localidades atingidas, orientações, tira-dúvidas e contatos podem ser obtidas pelo site: www.ibama.gov.br/manchasdeoleo.

 

 

Comentários Facebook


Mais Meio Ambiente

Chuvas no Espírito Santo devem continuar até sexta-feira, prevê Inmet

Monitor de Secas aponta redução da área com seca e da gravidade do fenômeno no Espírito Santo

Ilha dos Franceses, rara beleza em Itapemirim e refrescante atrativo no verão 2020

Visitas guiadas ao Monte Aghá estão com inscrições abertas

Estado terá 100% dos municípios realizando licenciamento ambiental em 2020

Presidente Kennedy cria comissão para enfrentar eventual avanço da lama de petróleo nas praias

Óleo já atingiu pelo menos 675 áreas de 116 cidades, informa Ibama

Devido ao vazamento de óleo no Nordeste, praias de Itapemirim são monitoradas diariamente

Victor Coelho assina pacote de medidas ambientais em Cachoeiro

Óleo atinge local de desova de tartarugas no Espírito Santo

Na foz do Rio Doce, pescadores temem que óleo agrave tragédia

Fuzileiros vão tentar localizar manchas de óleo no Espírito Santo

Recanto sagrado dos yanomami, Pico da Neblina deve ser reaberto

Ambientalista diz que Cachoeiro tem 80% de esgoto tratado

Primavera começa, mas chuvas devem se fixar apenas em outubro

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web