Negócios

Cachoeiro facilita venda de produtos de agroindústrias para todo o ES

Nesta semana, Idaf reconheceu sistema de inspeção municipal como equivalente ao estadual

Por | 23.11.2019

As agroindústrias de Cachoeiro de Itapemirim agora podem solicitar, no próprio município, a autorização para comercializarem produtos de origem animal em todo o território capixaba.

Isso passou a ser possível, nesta semana, quando o Serviço de Inspeção Municipal (SIM) cachoeirense foi reconhecido como equivalente ao Serviço Estadual de Inspeção Agroindustrial de Pequeno Porte (Siapp), pelo Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf), efetivando a adesão de Cachoeiro ao Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar de Pequeno Porte (Susaf-ES).

Essa conquista se deve às ações da Secretaria Municipal de Agricultura e Interior (Semai) para fazer as adequações exigidas pelo SIM, setor responsável pelos procedimentos de registro, inspeção e fiscalização das agroindústrias.

“Fizemos todas as adaptações no nosso sistema de inspeção para garantir a equivalência ao sistema estadual. O trabalho começou em março deste ano e contou com três auditorias do Idaf, sendo a última, realizada em outubro, a que atestou a equivalência”, conta o secretário municipal de Agricultura e Interior, Robertson Valladão.

Com isso, as agroindústrias certificadas pelo SIM, que só podem vender seus produtos dentro do município, conseguem solicitar ao setor, também, o selo estadual, que libera a comercialização em qualquer parte do Espírito Santo.

“Isso significa a expansão do mercado consumidor para produtos das nossas agroindústrias, o que incentiva o desenvolvimento desse setor e, logo, a geração de trabalho e renda para famílias do campo. É, também, um forte estímulo à regularização de empreendimentos rurais que ainda operam na informalidade”, destaca Valladão.

O secretário também aponta que a adesão de Cachoeiro ao Susaf-ES beneficia, diretamente, os consumidores. “As adequações feitas no SIM levaram ao aperfeiçoamento dos procedimentos de controle de qualidade desses produtos agroindustriais e isso resulta na oferta de alimentos de origem animal ainda mais saudáveis e seguros para a população”, frisa.

Município tem 23 empreendimentos regularizados

De acordo com a Semai, Cachoeiro tem 23 agroindústrias de produtos de origem animal regularizados pela Prefeitura, atualmente. São produtoras de mel, ovos e derivados de carne e leite. Para que possam obter o selo estadual, elas precisam passar por vistorias do SIM, que indicará as adequações necessárias ao Siapp e fará os encaminhamentos junto ao Idaf para a certificação do empreendimento.

Em uma delas, os trabalhos para conquista do selo já começaram. É a Fazenda Coqueiros, da comunidade de Pedra Lisa, no distrito de Pacotuba, que produz queijos, iogurte e ricota.

“Como eu tenho minha produção voltada para venda em mercados e padarias, isso abre um leque de opções para comercialização dos produtos. É mais campo para crescermos. Foi uma conquista muito importante para todas as agroindústrias do município que têm interesse em crescer e se desenvolver”, avalia o responsável pelo empreendimento, Adriano Fim.

Os responsáveis por agroindústrias de produtos de origem animal interessados em conseguir a certificação estadual devem entrar em contato com o Serviço de Inspeção Municipal pelo telefone 3521-1147 ou ir até o setor, que funciona na rua Agripino de Oliveira, 60, bairro Independência. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h.

 

 

Comentários Facebook


Mais Agronegócio

Governo quer mudar seguro agropecuário

Inclusão social agrega valor aos cafés especiais

De Muqui para o Brasil: café capixaba ganha mais um prêmio

Cachoeiro facilita venda de produtos de agroindústrias para todo o ES

Produtor de amêndoas do Sul do estado recebe premiação

Produtores de cafés especiais na região do Caxixe começam ser identificados pelo governo

Prefeitos de Minas Gerais conhecem o agroturismo em Venda Nova do Imigrante

Mudas de Pinus serão distribuídas a produtores da Região Serrana do ES

Queijo de 650 quilos é destaque de concurso leiteiro em Muniz Freire

Espírito Santo ganha primeira Federação dos Cafés

Produção de conilon cresce 5 vezes em 20 anos

Nova cultivar de café conilon é lançada pelo Incaper

Morador de Anchieta desenvolve máquina para colher pimenta rosa

Incaper lança livro técnico sobre experiências na produção do café conilon

“Produtores de café estão operando em prejuízo”, declara Evair de Melo em audiência pública

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web