Em Cachoeiro

Saúde recomenda vacinação contra o sarampo antes das viagens de férias

A vacina está disponível nas 24 salas de vacinação do município

Por | 24.12.2019

Para quem vai viajar para outras cidades nas férias, a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) de Cachoeiro faz um alerta: é preciso estar em dia com a proteção contra o sarampo.

A vacina está disponível nas 24 salas de vacinação do município, localizadas em unidades básicas de saúde, na cidade e no interior, e no Centro Municipal de Saúde “Bolívar de Abreu”.

A recomendação é de procurem os postos crianças a partir de seis meses e adultos até a faixa etária de 49 anos que estejam com a caderneta de vacinação incompleta ou em atraso vacinal procurem.

As crianças de seis meses até menores de um ano devem se imunizar com a dose zero do sarampo. Para as que possuem 1 ano, é necessário receber a primeira dose do sarampo, e a partir de 1 ano e 3 meses, receber a segunda dose, que é a tetra viral (tríplice viral e varicela). Importante lembrar que, para o atendimento, é necessário apresentar o cartão de vacina e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS).

A coordenadora de imunização da Semus, Horminda Gonçalves, ressalta que é importante que o usuário receba a dose ,pelo menos, 10 dias antes de viajar, pois este é o tempo hábil para o organismo reconhecer o componente vacinal e, assim, efetivar a produção de anticorpos.

“A imunização é a forma mais eficaz de prevenção das doenças imunopreveníveis, pois é através da vacinação, principalmente nesse período de férias, tanto para os que permanecerão aqui quanto para os que vão se deslocar para outras cidades, estados e exterior, que podemos impedir o desenvolvimento de doenças graves e letais”, explica.

Caso o usuário ou à população apresente alguma dúvida em relação a sua situação vacinal, deve procurar a sala de vacina mais próxima.

Sarampo

O sarampo é uma doença infectocontagiosa causada por vírus. É uma das principais doenças responsáveis pela mortalidade infantil em países subdesenvolvidos. Altamente contagioso, é transmitido diretamente de pessoa a pessoa, por meio das secreções do nariz e da boca expelidas pelo doente ao tossir, respirar ou falar. Seus sintomas incluem febre e manchas avermelhadas no corpo, coceira, mal-estar geral e falta de apetite.

 

 

Comentários Facebook


Mais Saúde

Em Cachoeiro, Governo do Estado anuncia 28 mil consultas de saúde para região sul

Reabertura do Paulo Pereira foi destaque de 2019 em Cachoeiro

SUS recebe 1.424 novos leitos de UTI em todo o Brasil

Hospital Unimed Sul está entre as unidades de saúde que cumprem padrões mundiais para atendimentos de AVC

Unidades de saúde do interior terão coleta de sangue para exames

Começa pesquisa para saber como anda a saúde dos brasileiros

O verão chegou e é preciso cuidados para evitar a desidratação

Nova Unidade Básica de Saúde será inaugurada nesta sexta-feira em Joacima

Sala de vacinas funcionará no Centro de Saúde Paulo Pereira Gomes

Janeiro Branco: Cachoeiro terá atividades sobre saúde mental neste mês

Governador Casagrande apresenta balanço sobre redução da criminalidade em 2019

Santa Casa de Misericórdia passa administrar Hospital Menino Jesus em Itapemirim

Unimed Sul Capixaba conquista Selo Ouro no Programa de Acreditação de Operadoras da ANS

Cresce número de transplantes de órgãos no Espírito Santo

Levantamento aponta que 80% dos focos do Aedes aegypti estão dentro das residências

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web