Em Cachoeiro

Prefeitura cadastra candidatos a padrinhos de crianças de instituições de acolhimento

Pessoas, famílias e empresas podem participar do projeto de apadrinhamento

Por | 14.01.2020

Quem deseja participar do projeto de Apadrinhamento “Construindo laços de afeto e cuidado”, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes) de Cachoeiro, já pode se candidatar para o próximo grupo de encontros e rodas de conversas dessa ação, que será iniciado em fevereiro.

O objetivo do projeto, regido pela lei Nº 7746, sancionada pelo prefeito Victor Coelho, no ano passado, é que pessoas, famílias e empresas possam contribuir para o desenvolvimento das crianças e adolescentes assistidos em instituições de acolhimento do município, seja a partir de convívio e experiências familiares, gerando vínculos afetivos seguros e duradouros, ou com apoio material, por meio do estímulo aos estudos, por exemplo.

O primeiro grupo de candidatos a padrinhos teve as atividades realizadas no fim do ano passado e um casal já obteve a autorização judicial para o apadrinhamento. De acordo com a Semdes, neste ano, 13 pessoas já se inscreveram.

Para se tornarem padrinhos ou madrinhas, os candidatos precisam: ser maiores de idade; ter residência fixa no município de Cachoeiro; apresentar disponibilidade para participar, efetivamente, da vida do afilhado, bem como das reuniões e oficinas com a equipe do projeto; permitir visitas técnicas em sua residência; e concordar com as normas estabelecidas pela proposta do apadrinhamento e a instituição de acolhimento.

Os interessados devem procurar a sede da Semdes, na Ilha da Luz. Lá, serão informados sobre todas as etapas do projeto e as documentações necessárias para participar.

“O projeto de apadrinhamento veio somar. Contribui para que possamos construir e fortalecer os vínculos afetivos dessa classe de crianças que necessitam tanto do nosso apoio e carinho,” comenta a secretária de Desenvolvimento Social de Cachoeiro, Maria Aparecida Stulzer.

Modalidades de apadrinhamento

Padrinho afetivo – aquele que visita regularmente a criança ou o adolescente, buscando-o para passar finais de semana, feriados ou férias escolares em sua companhia;

Padrinho prestador de serviços – profissional ou empresa que, por meio de ações de responsabilidade social junto às instituições, se cadastre para atender às crianças e aos adolescentes participantes do projeto, conforme sua especialidade de trabalho ou habilidade, apresentando um plano de atividades;

Padrinho provedor – aquele que dá suporte material ou financeiro à criança ou ao adolescente, seja com a doação de materiais escolares, vestuário, brinquedos, seja com o patrocínio de cursos profissionalizantes, reforço escolar, prática esportiva, idiomas ou contribuição financeira para alguma demanda específica.

Mais informações: 3511-3972 | 3155-5380

 

 

Comentários Facebook


Mais Cidades

Sistema inova atendimento em Atílio Vivácqua, com unificação de prontuário

84 ruas  serão pavimentadas em Anchieta

Cachoeiro terá Feirão da Solidariedade de terça a quinta

Agerh se reúne com o Serviço Geológico do Brasil em busca de parceria para monitoramento de cheias do Rio Itapemirim

Ponte Carim Tanure, em Cachoeiro, é liberada parcialmente para veículos

Defesa Civil já fez 1,6 mil vistorias em imóveis atingidos por inundação

Mutirão da Cidadania começa nesta sexta (14); confira os comprovantes exigidos

Moradores do interior terão transporte gratuito para Mutirão da Cidadania

Prefeitura de Castelo começa obra de drenagem na avenida Nossa Senhora da Penha

BRK Ambiental realiza campanha para ajudar Cachoeiro a combater o mosquito da dengue

Programa Portas Abertas da BRK Ambiental inicia agenda de visitas 2020

EDP registrou mais de 38 mil clientes no Sul do Estado sem energia por conta de pipas na rede elétrica

Cachoeiro terá Mutirão da Cidadania para quem perdeu documentos na enchente

Serviços de limpeza em Cachoeiro alcançam 16 bairros nesta semana

Força-tarefa registra 3,7 mil atendimentos no sul do Estado

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web