Desabafo

Deputado capixaba chama Paulo Guedes de ‘ministro parasita Paulo Guedes’

“Parasita é o governo que não sabe abordar um tema de alta importância para o País", vociferou / 

Por | 12.02.2020

Foto: Tati Beling

O deputado Enivaldo dos Anjos (PSD) subiu à tribuna na sessão ordinária desta terça-feira (11) para comentar sobre o uso dos recursos da Renova no Espírito Santo. O parlamentar também condenou a manifestação do ministro da Economia, Paulo Guedes, que, na semana passada, chamou os servidores públicos de “parasitas”.

Veja mais fotos da sessão

Enivaldo manifestou seu incômodo com titular da pasta por sua colocação genérica feita durante uma reunião pública. O mal-estar gerado pela comparação junto a entidades de classe e políticos em todo o Brasil rendeu pedido de desculpas por parte do ministro.

O deputado afirmou que um servidor que “carrega uma instituição nas costas” ganha o mesmo que um servidor apadrinhado e sugeriu que o funcionário público receba por produção e mérito no trabalhado realizado.

“'Parasita' é o governo que não sabe abordar um tema de alta importância para o País. É preciso de uma carreira adequada para o servidor que se esforça, estuda. Registro o meu protesto e quero aqui chamar o ministro de ‘ministro parasita Paulo Guedes’”, bradou.

O parlamentar continuou: “Como é que o ministro mais famoso do governo pode vociferar e tratar de ‘parasita’ os policiais, os enfermeiros – que socorrem de madrugada muitos desses ‘parasitas’. Como o ministro pode chamar de parasita os professores que cuidam da educação do País, que perdem até voz ao dar aulas para até 70 alunos em uma classe?”, questionou.

Fundação Renova

Outro assunto abordado pelo deputado foi a liberação de recursos pela Fundação Renova para a construção de estradas, saúde e atendimento das vítimas das enchentes causadas pelas chuvas de janeiro no estado.

“Parabenizo, mas quero cobrar da Renova, da Vale e da Samarco atenção para os pescadores. O que nós estamos acompanhando pela CPI é de que a Renova não tem noção do que está acontecendo. Tem produtor pedindo fortunas para ressarcir os danos sofridos e a Renova não concorda”.

O deputado lembrou que mesmo quando o laudo é da própria Renova, em que ela chega a uma indenização de menor valor, ela própria se nega a pagar. “Talvez seja por isso que está liberando recursos para estrada. Além do ressarcimento dos prejuízos, os pescadores precisam da recuperação do rio. Quem vai recuperar o rio e a parte do mar?”, perguntou. 

“Cumprimento a Renova, mas gostaria que fossem liberados recursos para construir corações, emoções, recuperar a saúde e a dignidade daqueles que foram atingidos pelo desastre. (a Renova) Não tem amor ao próximo e não é administrada com o espírito de Deus”.

 

 

Comentários Facebook


Mais Política

Presidente da Câmara de Castelo quer pedir prorrogação da Força Tarefa

Vereador de Itapemirim é expulso do Democratas

Casagrande participa de reunião com governadores sobre tributação dos combustíveis

Deputado capixaba chama Paulo Guedes de ‘ministro parasita Paulo Guedes’

Assembleia aprova revisão salarial para defensores públicos

Bombeiros e policiais cobram reposição de perdas ao Governo do Estado

Semana começa com mudanças no Governo Victor Coelho

Comissão da Assembleia Legislativa vai investigar contrato da Rodosol

Governador e bancada federal se reúnem com ministro da Economia

"Vamos manter a produtividade", diz Musso sobre ano eleitoral

Fabiano Contarato propõe criação de fundo emergencial para tragédias

Estado libera R$ 214 milhões para reconstrução de cidades atingidas pelas chuvas e prevenção de desastres

Assembleia Legislativa aprova identificação de carros de todos os poderes

Deputados criticam segurança pública do ES após tiroteio

Vice-prefeito de Cachoeiro de Itapemirim vai doar salário para vítimas das chuvas

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

© Atenas Notícias e Opinião.
Todos os direitos reservados.

Produção / Cadetudo Soluções Web